Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

A partir de hoje (8), extratos bancários vão ser padronizados; entenda

Extratos bancários terão termos padronizados a partir de segunda-feira (8), facilitando a compreensão e aumentando a transparência. Confira!

Os extratos bancários são documentos essenciais para o gerenciamento das finanças pessoais. Contudo, a variação de termos utilizados por diferentes bancos sempre foi um obstáculo para a compreensão clara das operações das contas. A partir desta segunda-feira (8), uma mudança significativa promete facilitar a vida dos consumidores brasileiros.

Dessa forma, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anunciou a padronização dos termos nos extratos bancários. Inicialmente, as mudanças vão abranger termos relacionados a saques e depósitos, mas o plano é expandir a padronização para todas as operações financeiras subsequentemente. Continue a leitura!

O que muda nos termos dos extratos bancários?

Pessoa realizando contas com calculadora e extratos ao lado
Imagem: shisu_ka / shutterstock.com

No novo sistema de padronização dos extratos bancários, cada tipo de transação será descrito de forma consistente em todas as instituições financeiras. Por exemplo, o que antes se registrava de diferentes formas por diversas bancos, quando o cliente depositava um cheque nos caixas eletrônicos (ATM), agora terá sua nomeação sob a sigla “DEP CHEQUE ATM”.

Do mesmo modo, os saques em espécie realizados em caixas convencionais agora terão um termo simplificado: “SAQUE DIN CARTAO AG”. Essa iniciativa da Febraban promete trazer uma série de vantagens, entre eles:

  • Facilidade de compreensão dos extratos bancários, independente do banco;
  • Consulta mais rápida e eficiente das operações realizadas;
  • Redução de erros e confusões causados por nomenclaturas diferentes;
  • Padronização que auxilia na gestão financeira, especialmente para quem possui contas em múltiplos bancos.

Como isso afetará o dia a dia dos clientes?

Segundo Walter Faria, diretor-adjunto de Serviços da Febraban, a falta de padronização atualmente leva a “mais de quatro mil tipos de nomenclaturas diferentes nas operações”, o que dificulta significativamente a comparação e entendimento entre as transações financeiras.

Veja também:

Oportunidade: leilão de carros 0km resgatados no RS tem descontos de até 50%

Sendo assim, com a implementação dessa medida, espera-se que os clientes tenham uma experiência muito mais clara e direta ao revisar suas operações nos extratos bancários. Logo, isso facilitará a gestão e o controle financeiro, contribuindo para uma maior educação financeira entre os consumidores brasileiros.

Imagem: shisu_ka / shutterstock.com