Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Afinal, é melhor o empréstimo pessoal ou consignado?

Compare empréstimos pessoais e consignados para tomar a melhor decisão financeira. Entenda as vantagens e desvantagens de cada opção.

Na hora de buscar uma solução financeira, muitos se deparam com a escolha entre o empréstimo pessoal e o empréstimo consignado. Ambos os tipos podem ser úteis dependendo da sua situação financeira e necessidades específicas.

O empréstimo pessoal é uma opção versátil que não exige garantias como aval ou penhor. Isso significa que o processo de aprovação pode ser baseado em sua capacidade creditícia e perfil financeiro. É uma excelente opção para quem precisa de recursos rapidamente e possui um bom histórico de crédito.

O empréstimo consignado, por outro lado, tem suas parcelas descontadas diretamente da folha de pagamento ou do benefício do INSS. Isso reduz o risco para o credor podendo resultar em taxas de juros mais baixas. Contudo, está restrito a empregados de empresas conveniadas, servidores públicos e beneficiários do INSS.

Veja também:

Quais são as empresas mais valiosas do mundo?

Empréstimo Pessoal ou Consignado?

Decidir entre um empréstimo pessoal e um consignado depende de sua situação financeira específica e da finalidade do crédito. Se você busca menor taxa de juros e tem uma fonte de renda estável, o consignado pode ser mais vantajoso. Por outro lado, se você precisa de flexibilidade e rapidez na liberação do crédito, o empréstimo pessoal pode ser a melhor escolha.

Mão segurando notas de dinheiro
Imagem: Sidney de Almeida / Shutterstock – Edição: Seu Crédito Digital

Vantagens do empréstimo pessoal

  • Flexibilidade: uso livre do montante para qualquer finalidade.
  • Rapidez na liberação: processos de análise e liberação geralmente são rápidos.
  • Sem necessidade de garantia: não é necessário vincular nenhum bem como garantia.

Vantagens do empréstimo consignado

  • Taxas mais baixas: por ser descontado diretamente da renda, apresenta riscos menores para o credor.
  • Prazos mais longos: permite prazos de pagamento estendidos.
  • Menor carga de gerenciamento: o desconto é automático, evitando atrasos e esquecimentos.

Por fim, considerar suas necessidades pessoais e capacidade de pagamento antes de decidir é fundamental. Analise suas opções e escolha o tipo de empréstimo que mais se alinha às suas necessidades financeiras e situação econômica atual.

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com