Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Anvisa proíbe venda de 14 remédios perigosos que podem até matar

Anvisa proíbe a venda de 14 medicamentos perigosos que podem causar riscos graves à saúde e até levar à morte. Confira a lista.

Há dois anos, uma notícia de grande impacto capturou a atenção dos consumidores brasileiros preocupados com saúde e bem-estar. Em uma medida preventiva, a ANVISA interditou e suspendeu a comercialização de vários medicamentos usados no tratamento de condições como acne, azia, convulsões e dor.

Essa decisão, anunciada em 4 de julho de 2022, foi motivada pela descoberta de sérias deficiências nos processos de fabricação desses produtos, colocando em risco a segurança dos pacientes.

Os problemas identificados nas linhas de produção incluíram o uso de substâncias proibidas e a falta de testes adequados, gerando preocupações sobre a presença de agentes alergênicos e o potencial para efeitos colaterais graves que poderiam impactar negativamente a saúde dos usuários.

Por que a ANVISA tomou essa decisão drástica?

Logo Anvisa ao lado de celular com site da Anvisa aberto.
Imagem: rafapress/Shutterstock.com

O órgão regulador, encarregado de garantir a qualidade e segurança dos produtos de saúde comercializados no país, identificou que algumas empresas não estavam cumprindo os padrões obrigatórios de produção.

Essas irregularidades representavam um alto risco, não apenas de desencadear reações alérgicas graves, mas também de causar sérios problemas de saúde que poderiam até mesmo colocar vidas em perigo.

Quais medidas a ANVISA adota para garantir a segurança dos consumidores?

  • Inspeções rigorosas: Realização contínua de verificações nas instalações de produção para certificar a adesão aos padrões de segurança;
  • Revogação de licenças: Produtos que não cumprem com as normas são prontamente retirados do mercado;
  • Comunicação ativa: A ANVISA faz uso de comunicados de imprensa e outros meios para informar o público sobre possíveis perigos relacionados a produtos de saúde.

Comprou um medicamento proibido? Saiba o que fazer!

Se você possui algum dos medicamentos afetado por uma suspensão do órgão, é crucial tomar as seguintes ações: Primeiramente, interrompa imediatamente o uso do produto. Em seguida, descarte-o adequadamente, levando-o a pontos de coleta designados para a eliminação de medicamentos vencidos.

Por fim, caso note qualquer sintoma adverso, procure assistência médica qualificada para adequada orientação e tratamento.

Veja também:

Servidores do INSS irão fazer ‘operação apagão’ por reajuste salarial

A vigilância contínua da ANVISA demonstra o compromisso do órgão em proteger a saúde dos brasileiros. Manter-se informado sobre estas ações e seguir as orientações recomendadas são passos essenciais para garantir não apenas a sua saúde, mas também a de sua família.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom/ Shutterstock