Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Atenção: governo irá revisar dados de 7 milhões de beneficiários do Bolsa Família nos próximos dias

O governo comunicou que planeja fazer uma revisão dos dados de 7 milhões de famílias que fazem parte do Bolsa Família neste ano. Veja mais!

Nesta segunda-feira (5), o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) comunicou que planeja fazer uma revisão dos dados de 7 milhões de famílias que fazem parte do Bolsa Família neste ano. 

Além disso, já faz um tempo que o governo federal tem analisado também os dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que é a principal porta de entrada para os programas sociais dos quais as famílias de baixa renda podem se beneficiar.

Veja também:

PIX do Caixa Tem confirmado para beneficiários do CadÚnico!

Revisão do Bolsa Família

Portanto, o MDS irá revisar os dados de 7 milhões de beneficiários do Bolsa Família devido a diferentes motivos, entre eles:

  • Desatualização dos dados;
  • Inconsistências na renda informada no CadÚnico;
  • Inconsistências na composição familiar;
  • Divergência nas informações de renda declaradas ao CadÚnico.

Ademais, é importante lembrar que, em dezembro de 2022, 5,88 milhões de famílias unipessoais eram beneficiárias do programa. No entanto, após a revisão feita no final do ano passado, esse número reduziu para 4,15 milhões. Assim, essas revisões são parte de uma iniciativa do governo para garantir que os benefícios sejam destinados corretamente a quem precisa.

Uma mão segurando um celular com o aplicativo do Bolsa Família aberto. Ao fundo, a tela de um computador com o site para verificar aumento do Bolsa Família.
Imagem: Sidney de Almeida / shutterstock.com

Requisitos e condicionalidades

Por fim, vale lembrar que além de estar inscrita na CadÚnico e ter renda familiar mensal de R$ 218 por pessoa, a família beneficiária do Bolsa Família deve cumprir as seguintes condicionalidades para se manter no programa social:

  • Crianças de até 6 anos incompletos: frequência escolar mínima de 60%;
  • Crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos incompletos: frequência escolar mínima de 75%;
  • Gestantes: realizar pré-natal;
  • Crianças menores de 7 anos: acompanhamento nutricional (peso e altura);
  • Cumprir o calendário nacional de vacinação.

Assim, caso não cumpra essas condicionalidades, é bloqueada no programa social e, posteriormente, caso não regularize sua situação, é cancelada.

Imagem: Sidney de Almeida / shutterstock.com