Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Descubra se você tem direito ao auxílio do Bolsa do Povo de São Paulo

De acordo com o governo de SP, o auxílio vai contemplar 500 mil pessoas

0

O governo de São Paulo criou o programa Bolsa do Povo, que reúne vários benefícios sociais direcionados para as pessoas em vulnerabilidade social. Criado pela Lei nº 17.372, o auxílio engloba vários projetos com ou sem a transferência de renda nas áreas de assistência social, trabalho, qualificação profissional, educação, saúde, habilitação e esporte. De acordo com o governo de SP, o programa vai contemplar 500 mil pessoas. Confira abaixo, quem tem direito aos benefícios e como se inscrever.

Auxílio emergencial: confira os telefones de atendimento da Caixa

Auxílio do Bolsa do Povo de São Paulo

Em suma, o cartão Bolsa do Povo é um produto magnético disponibilizado pelo governo de SP, para quem recebe o benefício social que compõe o programa. É através dele que, por exemplo, o paulista recebe os valores de iniciativa de transferência de renda, como o Vale Gás SP e o SP Acolhe. As famílias contempladas devem receber o cartão do auxílio através do serviço dos Correios. Além disso, os cartões pré-pagos possibilitam o saque dos valores em terminais bancários eletrônicos. 

Seja membro

Além disso, ao ganhar o cartão do auxílio do Bolsa do Povo, o cidadão precisa fazer o desbloqueio do cartão em um caixa eletrônico do Banco de Brasil, ou no Banco24Horas. Ou ainda, em outros correspondentes bancários, como os supermercados, as lotéricas, e os estabelecimentos conveniados com o Banco do Brasil

Em caso de alguma dúvida na hora de desbloquear o cartão, é possível entrar em contato pelo telefone 0800-7979-800. Ele está disponível de segunda a sexta, das 8h às 18h. Ou ainda, via central eletrônica 24h no WhatsApp (11) 98714-2645. Além disso, é possível acompanhar um vídeo do governo, de como funciona o auxílio e como logar no site.

Quais os benefícios e quem tem direito?

Bolsa do Povo Educação

O programa se direciona para o responsável de um estudante que tenha entre 18 e 59 anos, bem como que resida em um local próximo à unidade escolar. O responsável vai ganhar um auxílio de R$ 500 mensais pelo desenvolvimento das atividades na escola, com duração máxima de 6 meses. O programa Bolsa do Povo Educação ganha inscrições entre os dias 2 e 13 de setembro, por este site

Ação Jovem

Em suma, o benefício engloba os jovens entre 15 e 24 anos de idade, de famílias cadastradas no Cadastro Único, para Programas Sociais, que tenham renda mensal familiar per capita, de até meio salário mínimo. O auxílio oferta uma ajuda financeira de R$ 100 mensais para cada jovem com CPF cadastrado no CadÚnico. Para ganhar o Ação Jovem, os interessados precisam procurar o CRAS para orientações sobre o cadastro. 

Aluguel Social

O auxílio possibilita um subsídio para apoiar as pessoas que tiveram as suas residências afetadas por chuvas ou intervenções urbanas, e/ou ambientais nas despesas com moradia. O benefício é pago por 12 meses, com a chance de prorrogação. Além disso, para ter direito ao valor, a família precisa se enquadrar nas regras do programa. 

Bolsa Talento Esportivo

Esse auxílio oferece um apoio financeiro para os atletas de qualquer modalidade, e vários níveis de desempenho que quer representar São Paulo e o país em competições nacionais e internacionais. O benefício pode variar de R$ 415 a R$ 2.490. As inscrições do Bolsa do Povo pode ser feitas aqui.

Renda Cidadã

O programa de transferência direta de renda busca atender as famílias em situação de vulnerabilidade, devido ao desemprego ou subemprego. Além disso, envolve os fatores como a ausência de qualificação profissional, o analfabetismo, a situação precária de saúde, a inexistência de moradia, a dependência química, entre outros. 

Atualmente, o auxílio beneficia 53.944 famílias com o pagamento de R$ 100 mensais. Para ganhar o benefício, é necessário entrar em contato com o CRAS do seu município para ver os critérios e o cadastramento no CadÚnico. 

Via Rápida

O auxílio oferta uma capacitação profissional gratuita para as pessoas com mais de 16 anos, e que desejam ingressar no mercado de trabalho ou abrir o seu negócio. Para participar, as pessoas precisam morar em São Paulo, ser alfabetizada, não ter emprego, e ter escolaridade mínima ou condição especial fixada para cada curso. 

Além disso, o programa oferta uma bolsa-auxílio aos estudantes matriculados para auxiliar nas despesas durante o curso. Já as inscrições, estão disponíveis no site.

Vale Gás

O auxílio beneficia as famílias em situação de vulnerabilidade com a transferência de R$ 100 bimestrais, para a compra do botijão de gás de cozinha. O benefício atende 426 mil famílias com renda mensal per capita de até R$ 178 em 645 municípios paulistas. 

Sendo assim, para saber se a sua família pode ganhar o vale gás, basta acessar este link. Os pagamentos ocorreram em julho, em setembro e por fim, deve haver em novembro.

SP Acolhe

O auxílio de R$ 1.800 se destina para as famílias inscritas no CadÚnico, com renda mensal familiar de até 3 salários, que perderam um membro para a covid. Os beneficiários são escolhidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social, através do cruzamento de dados disponíveis no CadÚnico, e dos cadastros de óbito. Ao clicar aqui, você tem acesso ao site, que cita quem tem direito ou não, ao benefício SP Acolhe.

Bolsa Trabalho

Esse auxílio tem a duração de 5 meses, e oferece uma ocupação, uma qualificação profissional, além de uma renda aos cidadãos em situação de vulnerabilidade social, que moram em SP. Para participar do programa, não é permitido estar recebendo o seguro-desemprego, ou qualquer programa assistencial. 

Além disso, o Bolsa Trabalho estima o pagamento de um benefício de R$ 535, que se limita a uma pessoa por núcleo familiar. O programa está com as inscrições abertas entre os dias 24 e 30 de agosto, através do site do Bolsa Trabalho. Os aprovados começaram a ser convocados desde o dia 8 de setembro. 

Prospera Família

O auxílio envolve o acompanhamento profissional para o desenvolvimento pessoal, profissional, e financeiro das famílias. Além disso, o beneficiário deve ter acesso a cursos técnicos e transferência de renda para as famílias com apenas um pai ou responsável presente. E que tenha pelo menos, um filho ou dependente de 0 a 6 anos, e que tem renda familiar de até R$ 89 por pessoa. 

Por fim, para participar do programa, o responsável deve ir ao CRAS mais próximo. Ou ainda, preencher o formulário online de inscrição.

Bolsa-Auxílio Novotec Expresso

O auxílio disponibiliza cursos de qualificação profissional, para os jovens de 14 a 24 anos. O objetivo é conectar a educação básica com o mundo do trabalho. Além disso, os cursos tem a duração de 4 meses, e são feitos de forma semipresencial. Em suma, os matriculados no ensino médio na rede estadual de SP, são elegíveis a uma bolsa de R$ 600, paga em 4 parcelas de R$ 150. 

Por fim, para ganhar o auxílio, é necessário ter uma frequência acima de 75% nas aulas. Também é preciso ter uma renda familiar mensal de até 3 salários mínimos, e cursar o programa no contraturno das aulas regulares do ensino médio.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: bolsadopovo.sp.gov.br

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.