Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Auxílio emergencial: governo do RS ainda não pagou todos cadastrados

0 governo do Estado confirmou que apenas 695 ordens de pagamentos foram sacadas

0

No mês de março, o governador Eduardo Leite anunciou a criação do programa Auxílio Emergencial Gaúcho. Em suma, o objetivo é socorrer os setores mais afetados na pandemia. Criado através da Lei 15.604, e publicado no Diário Oficial em 12 de abril, o auxílio pretendia atender 8.161 mulheres chefes de família. Para receber, ainda era necessário ter renda per capita média de até R$ 89 mensais, 3 filhos ou mais, e situação de extrema pobreza. O valor do benefício é de R$ 800 em uma parcela única. Entretanto, até o momento, apenas 695 mulheres ganharam o benefício, e o prazo para a retirada já terminou. 

Bônus na conta de luz não vai valer NESTE caso; descubra qual

Auxílio emergencial: governo do RS ainda não pagou todos cadastrados

De acordo com o Deputado Estadual do RS, Valdeci Oliveira, “O Governador Leite precisa intervir pessoalmente. A verdade é que, até agora, o auxílio emergencial gaúcho não passou de um fato político. A ajuda, que nasceu pequena, por decisão do Executivo (nós propomos um de R$ 800 mil), não faz cócegas à crise social existente”.

Seja membro

Segundo as informações oficiais, o auxílio do RS atende 4 grandes grupos. Além das mães chefes de família, ele também atende as empresas, os empreendedores individuais, e os trabalhadores informais. Em suma, uma parte das pessoas está recebendo a quantia há algum tempo. Exemplo disso, é o caso das mães de famílias. Ao menos 695 mulheres receberam o valor do auxílio. Entretanto, os deputados da oposição fazem pressão pois o governador não inseriu todas as pessoas que devia. 

Em nota, o governo do Estado confirmou que apenas 695 ordens de pagamentos foram sacadas do auxílio, que se direcionam para as mulheres em situação de vulnerabilidade. Como justificativa, o governo diz que após o cruzamento de dados do Cadastro Único federal, com a base dos contemplados pelo auxílio pago pela União, identificaram-se 8.161 mulheres. Entretanto, dessas, apenas 1.112 ainda não ganhavam o Bolsa Família. 

Por fim, o governo diz que aguarda o fim do pagamento das últimas etapas do programa, que devem abranger os MEIs e os trabalhadores desempregados. Estes, precisam atuar no setor de alojamento, de alimentação e eventos. Posterior a isso, o governo vai decidir se vai tomar novas ações referentes aos benefícios para as mulheres. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: auxilioemergencialgaucho.rs.gov.br

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.