Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Banco Inter lista os golpes mais comuns e como escapar deles

Pensando em auxiliar os seus clientes, o banco divulgou nas redes sociais os 3 golpes mais comuns.

0
De acordo com o Instituto de Segurança Pública, os ataques virtuais cresceram 200% só no Rio de Janeiro em 2020, em comparação a 2019. Isso mostra um forte aumento no número de golpes digitais. Pensando em ajudar e proteger os seus clientes, o Banco Inter lançou no Twitter uma “cartilha” com os golpes mais comuns e como escapar dos mesmos. Confira abaixo todos os detalhes da publicação.

Banco Inter lista os golpes mais comuns e como escapar deles

Ao todo, o Banco Inter listou 3 tipos de golpes mais comuns na atualidade. Confira a seguir a publicação:

  1. Golpes pelo WhatsApp: Nesse caso, o criminoso finge ser uma pessoa que a vítima conhece. Assim, ele pede dinheiro por apps de mensagem, como o WhatsApp. Para fugir dessa cilada, a recomendação, portanto, é desconfiar de contatos que solicitam dinheiro pelos aplicativos. Além disso, sempre ligue para a pessoa para confirmar a solicitação. Por fim, ative a confirmação de duas etapas, bem como deixe sua foto de perfil visível apenas para os seus contatos.
  2. Golpes em compras online: Nesse tipo de golpe, a pessoa faz uma compra online e não recebe o produto, ou então tem os seus dados clonados. Em suma, para fugir dessa cilada, pesquise a idoneidade da empresa antes de finalizar a compra. Além disso, veja se o site em que você está comprando tem certificação digital de segurança. Também é importante ficar atento ao comportamento estranho de vendedores, bem como ter cuidado ao fazer compras com terceiros pelas redes sociais. Por fim, ao fazer o pagamento de algum boleto, veja as informações do beneficiário e desconfie de produtos vendidos a preço muito abaixo do mercado.
  3. Golpe do falso empréstimoOs criminosos ofertam liberação de crédito fácil para pessoas negativadas. No entanto, eles exigem o pagamento antecipado para liberar os valores. Para evitar esse tipo de golpe, lembre-se sempre que os bancos e instituições financeiras não pedem o pagamento de taxas para aprovação de crédito. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Seja membro

Imagem: rafapress / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.