Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Banco Central autoriza o fim da participação do Itaú Unibanco na XP

O Itaú havia comprado 49,9% da XP em 2017, por R$ 6,3 bilhões.

0

Na última terça-feira (27), o Banco Central anunciou a aprovação do “divórcio” entre o Itaú Unibanco e a XP Investimentos. Diante disso, a decisão retira o banco da administração da corretora de valores. O fim da participação ocorreu por conta da transferência das ações da XP, que eram do Itaú, para a XPart. Essa é a mais nova empresa do grupo bancário, mas que não pertence ao conglomerado.

Banco Central autoriza o fim da participação do Itaú Unibanco na XP

O acordo que decreta o fim da participação entre a XP e o Itaú Unibanco ocorre após uma briga pública entre os fundadores das instituições financeiras. O Federal Reserve (Fed), banco central americano, já havia aprovado a decisão. Com isso, faltava apenas o OK da autoridade monetária brasileira. 

Após a autorização do Banco Central (BC), a XPart vai compor parte dos acionistas junto com a XP Investimentos. Dessa forma, a XPart passa a ter os mesmos direitos e obrigações que o Itaú tinha antes do fim da participação.

Seja membro

Em seu anúncio, o BC cita que não vê problemas no fim da participação e na inclusão da XPart.”Não se verificaram riscos prudenciais ou concorrenciais para o Sistema Financeiro Nacional (SFN) nessa alteração organizacional”, afirma o BC. Assim, o órgão diz que vai permanecer vigilante em relação aos efeitos concorrenciais de movimentações societárias que ocorreram nos mercados sob sua supervisão. 

Além disso, o BC diz que pode “adotar medidas de ajuste que se façam necessárias à preservação da concorrência”. Em suma, o Itaú comprou 49,9% da XP em 2017, por R$ 6,3 bilhões. Entretanto, a sua participação foi  para 46,05% depois do IPO da XP no Índice Nasdaq. Por fim, em dezembro de 2020, o banco vendeu 5% da XP. Dessa forma, com o fim da participação, os 41,5% serão passados para a XPart.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.