Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Brasileiros ainda não fizeram o saque de R$ 8,02 bilhões de valores a receber

Brasileiros deixam de realizar saque de R$ 8,02 bilhões em valores a receber; saiba mais sobre essa quantia não retirada.

Segundo o Banco Central do Brasil, um montante significativo de aproximadamente R$ 8,02 bilhões em recursos não foi sacado por correntistas no sistema financeiro nacional até o fim de março deste ano. Este valor faz parte de um total de R$ 14,56 bilhões que foram disponibilizados para saque pelas instituições financeiras através do Sistema de Valores a Receber (SVR).

O SVR é uma iniciativa do Banco Central que visa devolver valores que foram esquecidos em contas bancárias, seja por pessoas físicas ou jurídicas. Após quase um ano fora do ar, o sistema foi reaberto em março de 2023, trazendo uma série de melhorias e a inclusão de novos tipos de recursos passíveis de resgate.

Como os saques com recursos esquecidos são distribuídos?

Entre os valores não sacados, a maior parte pertence a pequenas quantias. Dados revelam que 63,54% dos beneficiários têm até R$ 10 a receber. Valores entre R$ 10,01 e R$ 100 representam 24,95%, enquanto quantias entre R$ 100,01 e R$ 1.000 compõem 9,75% do total. Apenas 1,76% dos correntistas têm direito a mais de R$ 1.000.

Saque social Caixa é golpe?
Imagem: Hadrian / shutterstock.com

Dessa forma, a reformulação do SVR incluiu funcionalidades como a impressão de telas e protocolos para compartilhamento via WhatsApp. Além de uma sala de espera virtual que permite consultas no mesmo dia para todos os usuários. Uma nova abordagem também foi implementada para a consulta de valores pertencentes a pessoas falecidas, facilitando o acesso do resgate para herdeiros e representantes legais.

Quais são as novas fontes de recursos adicionadas?

Com a reabertura do SVR, foram agregadas novas fontes de recursos que anteriormente não estavam disponíveis. Assim, como contas de pagamento pré ou pós-pagas encerradas e contas de registro que eram mantidas por corretoras e distribuidoras já encerradas. Estas se somam às já conhecidas contas-corrente ou poupança encerradas e outros valores relacionados às operações de crédito.

Outrossim, o Banco Central alerta que o processo do saque de resgate dos valores é inteiramente gratuito e ressalta a importância de estar atento a possíveis golpes. Estelionatários podem tentar se aproveitar da situação alegando intermediar o resgate desses valores. É essencial não fornecer dados pessoais ou senhas e apenas confiar nas informações fornecidas diretamente pelo SVR ou pelas instituições financeiras envolvidas.

Veja também:

Saque de R$ 6.220 já está disponível na Caixa; saiba como receber

Ademais, com essas informações, o BC espera que mais brasileiros busquem seus recursos esquecidos e alerta sobre a importância de utilizar os canais oficiais para qualquer consulta ou resgate. Assegurando a segurança e a correta devolução dos valores aos seus respectivos proprietários.

Imagem: Hadrian / shutterstock.com