Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Celular Seguro: em 6 meses, aplicativo contabiliza 57 mil bloqueios

A plataforma Celular Seguro já registrou mais de 57 mil bloqueios desde o seu lançamento. Saiba mais informações!

O avanço da tecnologia facilitou diversas atividades no dia a dia. No entanto, aumentou também o número de incidentes como roubos, furtos ou perdas de celulares. Respondendo a essa demanda crescente por segurança, o programa Celular Seguro foi implementado pelo Ministério da Justiça para auxiliar os cidadãos na proteção de seus dispositivos móveis.

Desde seu lançamento em dezembro do último ano, a plataforma já registrou números impressionantes que destacam a sua utilidade e eficácia. Em apenas seis meses de operação, a plataforma já acumula mais de dois milhões de usuários cadastrados e recebeu 57.790 alertas de bloqueio. Continue a leitura para mais informações!

Como funciona o Celular Seguro?

Celular Seguro, plataforma do Governo Federal.
Imagem: GaudiLab / shutterstock.com

O Celular Seguro opera como um salvaguarda para os proprietários de celulares. Com um simples clique, é possível não só bloquear o dispositivo, mas também a linha telefônica e até mesmo aplicativos bancários essenciais.

Ademais, o Ministério da Justiça já anunciou que novas funcionalidades irão integrar a plataforma Celular Seguro no próximo semestre. Uma das novidades mais aguardadas é que agora é possível manter o celular funcional mesmo após a ativação do alerta de bloqueio.

Nesse contexto, se um novo chip for colocado no aparelho, uma mensagem surgirá na tela, instruindo o novo portador do dispositivo a verificar a procedência do mesmo em uma delegacia.

Benefícios adicionais do registro na plataforma

Outra inovação importante é a criação de uma lista de IMEIs cadastrados na plataforma, que ajudará na verificação da situação de celulares usados. Com esse recurso, os futuros compradores poderão conferir se o dispositivo possui alguma restrição ou registro de roubo ou furto, trazendo mais segurança para as transações de compra e venda de aparelhos móveis.

O acesso ao Celular Seguro se dá por meio do cadastro no portal Gov.br. Uma vez registrado, o usuário pode inscrever seus dispositivos por meio do website ou do aplicativo (Android, iOS).

Veja também:

INSS confirma pacotão de presentes e vantagens extras a idosos com mais de 60 anos!

Além disso, o programa permite que os usuários cadastrados indiquem pessoas de confiança, autorizadas a bloquear o dispositivo em caso de incidentes. Portanto, isso garante uma resposta rápida e eficaz para proteger suas informações.

Imagem: GaudiLab / shutterstock.com