Com a pandemia do coronavírus – Covid-19, vários boatos tem se disseminado nas redes sociais, especialmente em grupos de WhatsApp. Uma das mensagens virais espalhadas pelo WhatsApp refere-se a uma publicação em que a China teria comprado 30% de todas as empresas em uma operação chamada Xeque-Mate, se aproveitando da crise econômica mundial em decorrência do coronavírus. Ainda, segundo a mesma publicação, a China teria lucrado US$ 20 bilhões nos últimos dias com essa operação. Será que isso procede? Tire as suas dúvidas aqui.

É provável que você também goste:

Será que os beneficiários do Bolsa Família vão ganhar R$ 470 por causa do coronavírus pelo WhatsApp?

Atenção: nova versão do Feirão Limpa Nome da Serasa é até dia 31. Saiba como participar!

Caixa, BB, Bradesco, Santander e Itaú vão prorrogar vencimentos de dívidas por 60 dia

Será que a China comprou 30% das empresas em operação Xeque-Mate do coronavírus?

Confira a mensagem original:

“* Operação xeque-mate, * Nos últimos dias, a China bateu muitos recordes, ganhou absolutamente tudo, US$ 20 bilhões nas primeiras notícias e comprou cerca de 30% das ações de empresas pertencentes ao Ocidente na
China. Xi Jinping superou os europeus e os democratas americanos inteligentes. Ele jogou um jogo maravilhoso diante dos olhos do mundo inteiro. Devido à situação em Wuhan, a moeda chinesa começou a declinar, mas o banco central chinês não tomou nenhuma ação para impedir esse colapso. Havia também muitos rumores de que a China nem tinha máscaras suficientes para combater o coronavírus.

Esses rumores e a declaração de Xi Jinping de que ela está pronta para proteger os residentes de Wuhan ao bloquear as fronteiras levaram a um forte declínio nos preços das ações (44%) na tecnologia chinesa e na indústria química. Os tubarões financeiros começaram a vender todas as ações chinesas, mas ninguém queria comprá-las e elas foram completamente desvalorizadas.

Xi Jinping fez uma grande jogada nesse momento, esperando uma semana inteira e sorrindo para as coletivas de imprensa como se nada de especial tivesse acontecido. E quando o preço caiu abaixo do limite permitido, ele ordenou a compra de TODAS as ações de europeus e americanos ao mesmo tempo! Então, os “tubarões financeiros” perceberam que haviam sido enganados e falidos. Mas já era tarde demais, porque todas as ações haviam passado para a China, que naquele momento não apenas faturou US $ 2000 bilhões, mas, graças à simulação, tornou-se novamente o acionista majoritário de empresas construídas por europeus e americanos . As ações agora pertencem às suas empresas e tornaram-se proprietários da indústria pesada da qual a UE, a América e o mundo inteiro dependem.

A partir de agora, a China fixará o preço e a receita de suas empresas não sairá das fronteiras chinesas, mas permanecerá em casa e manterá todas as reservas de ouro chinesas. Portanto, os “tubarões financeiros” americanos e europeus se mostraram estúpidos e em poucos minutos os chineses coletaram a maior parte de suas ações, que agora produzem bilhões de dólares em lucros! Você não se lembra de um movimento tão brilhante na história do mercado de ações! XEQUEMATE!”.

Afinal, a China realmente comprou 30% das empresas do ocidente e faturou US$ 20 bilhões com a operação Xeque-mate do coronavírus?

Não, isso realmente não procede de maneira alguma. De acordo com este artigo do site Boatos.org, que foi atrás e procurou maiores informações, nada se confirma a respeito.

Primeiramente, somente ao ler a publicação, percebe-se que ela apresenta as principais características de um boato online. Ou seja, caráter vago, alarmista, erros de português e não cita fontes confiáveis.

Além disso, não foi encontrado absolutamente nada sobre uma suposta operação Xeque-Mate relacionada à China. Não há sequer um artigo (seja em inglês, chinês ou outro idioma) sobre a tal compra de empresas ocidentais citadas em fontes
confiáveis.

Ademais, ao contrário do que diz a publicação, a China teve inúmeros prejuízos por conta do coronavírus. Para se ter uma ideia, o PIB do primeiro trimestre da China deve cair de 4,9% para 1%.

Além disso, o próprio Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a previsão de crescimento da China em 2019 e 2020. De acordo com o FMI, a redução se deve, especialmente, aos obstáculos impostos pela guerra comercial entre China e EUA.

Conclusão

Em resumo: a história que diz que a China comprou 30% das empresas estrangeiras no país e lucrou US$ 20 bilhões com a operação Xeque-mate do coronavírus é falsa!

Não existe nenhuma informação que indique que a China teria tomado essa ação. Além disso, ao contrário do que aponta a publicação, a economia da China não deve crescer, mas sim retrair. Ou seja, tudo não passa de boato.

Enfim, gostou da matéria?

Então, siga o nosso canal do YouTube, e nossas redes sociais como o FacebookTwitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, empréstimos e matérias relacionadas ao assunto de fintechs.

Fonte: Boatos

Imagem: Corona Borealis Studio via shutterstock