Na madrugada deste sábado (18), foi divulgado um fato relevante sobre as operadoras de telefonia – Claro, Telefônica Vivo e TIM, que ofereceram juntas, uma proposta vinculante para a compra da Oi Móvel, cujo valor de venda é de R$ 15 bilhões.

É provável que você também goste:

Assinar o Serasa Antifraude aumenta o Score de Crédito?

Cuidado: em novo golpe do INSS, são feitas ligações falsas para segurados com pendências

Banco Inter, Pan e Santander leiloam mais de 150 imóveis com descontos de até 68%

Claro, Vivo e TIM apresentam oferta vinculante para compra da Oi Móvel

Através do comunicado, as três empresas estabelecem como condição a seleção das ofertantes como “stalking horse” (“primeiro proponente”), o que “lhes permitirá garantir o direito de cobrir o melhor dentre os demais lances apresentados no processo competitivo de venda do negócio móvel do Grupo Oi. No caso de aceitação da proposta e concretização da operação, cada uma das interessadas receberá uma parcela do referido negócio”.

Dessa forma, caso seja concretizada essa operação, a Oi será fatiada para os três maiores grupos de telefonia móvel do país.

Conforme o fato relevante, “Esta proposta conjunta abrange a totalidade dos ativos que constituem a “UPI de Ativos Móveis” descrita em Fato Relevante e Anexos do dia 15 de junho de 2020, pela empresa Oi S.A – Em Recuperação Judicial. De maneira resumida, os principais ativos são: termos de autorização de uso de radiofrequência; base de clientes do Serviço Móvel Pessoal; direito de uso de espaço em imóveis e torres; elementos de rede móvel de acesso ou de núcleo; e sistemas/plataformas”.

O que acontece com as ações da Oi (OIBR3;OIBR4)?

Em um primeiro momento, a tendência é de mais valorização no curto prazo nas ações da empresa, mas a médio e longo prazo, vai depender da divulgação de maiores detalhes, como as condições e a precificação do negócio.

A Oi encontra-se em uma situação bastante complicada, pressionada por endividamento e necessidade de investimentos.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Farknot Architect via shutterstock

Sobre o Autor

Eduardo Mendes

Cofundador

Sou um entusiasta da tecnologia, que também aprecia inovação, empreendedorismo, além de Fintechs e as suas facilidades. Graduado em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. CoFundador do site Seu Crédito Digital.

Ver todos os artigos