Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, fala sobre possível venda da fintech

Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, esteve ontem (19) no programa Roda Viva, da TV Cultura.

0

Ontem (19), Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, participou do programa Roda Viva, da TV Cultura. No programa, entre vários outros temas, ela falou sobre a possibilidade venda do Nubank. Confira a seguir o que ela disse na entrevista sobre esse assunto.

É provável que você também goste:

De cartão virtual a passagens aéreas: conheça a super versão 9.0 do app do Banco Inter.

Cofundadora do Nubank se defende por suposta fala racista: ‘difícil contratar negros’.

2 novidades quentinhas do Banco Inter que ainda não tem no Nubank

Prejuízo do Nubank foi tema de pergunta

Sem dúvida, uma das maiores preocupações em relação ao Nubank é a questão do lucro; afinal o Nubank ainda não apresenta lucratividade. Contudo, Cristina explicou no Roda Viva que essa é uma decisão calculada da empresa.

“A gente não depende de novas rodadas, a gente gera caixa suficiente para pagar as contas e decidimos reinvestir nesse crescimento. Somos a quinta maior instituição financeira no Brasil. Não faz sentido, o cliente bater na nossa porta e a gente falar: cliente, espera, porque a gente tem que dar lucro. Nossos investidores também concordam com essa estratégia”.

Possibilidade de venda do Nubank

Embora o Nubank ainda não dê lucro, Cristina disse que não há nenhum plano de venda da fintech. Conforme a cofundadora, “não tem a menor possibilidade. Toda empresa só tem dois caminhos: ou ela abre capital, ou ela é vendida. O Nubank é nosso projeto de vida – meu, do David (Vélez, fundador e CEO) e do Ed (Edward Wible, cofundador e CTO). Em algum momento, o IPO vem. O caminho não é vender, de jeito nenhum”.

De acordo com Cristina, “Nosso plano é de longuíssimo prazo. Dezenas de milhões de consumidores podem contar com a gente, sentir que têm controle, dignidade na maneira como estão guardando dinheiro. Nosso jogo vai longe. E quem manda no nosso jogo são os clientes.”

Por fim, os clientes do Nubank podem ficar tranquilos. O Nubank muito provavelmente não vai ser vendido tão cedo.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitter, Twitch e Instagram. Assim você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos etc.

Imagem: blog do Nubank.

Comentários do Facebook

- Publicidade -