Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Concurso nacional unificado com 6.590 vagas prepara forte ação contra fraudes

O Governo Federal planeja uma operação para garantir a segurança do concurso nacional unificado contra fraudes. Confira!

O Governo Federal prepara o seu concurso nacional unificado para oferecer vagas de emprego em diversas frentes. Logo, haverá 6.590 oportunidades para quem quiser concorrer no que ficou conhecido como Enem dos concursos.

Para a realização desse processo seletivo, contudo, estão previstas ações do Ministério da Justiça, das Polícias Federal e Rodoviária Federal, além de outras secretarias de segurança, a fim de evitar fraudes. Leia mais sobre o tema adiante.

Governo prepara ação contra fraudes no concurso nacional unificado

Mão de um concurseiro segurando um lápis para fazer uma prova de concurso público unificado em uma sala de aula
Imagem: panitanphoto / Shutterstock.com

De acordo com Cristina Mori, secretária-executiva do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), a ideia para a formação dessa força-tarefa consiste em evitar possíveis vazamentos da prova. O anúncio da iniciativa se deu em uma entrevista exclusiva à Folha de S. Paulo.

A pasta em questão já está em contato com Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça para traçar esses planos. Assim, a atuação das polícias deve acontecer em lugares mais remotos para reforçar a segurança.

Ainda segundo Mori, a atuação da banca é vital para a organização do concurso e para manter os prazos estabelecidos. Dessa forma, iniciam-se as discussões a banca organizadora e a comissão para definir os critérios a serem seguidos.

Notícias falsas sobre o concurso também são motivo de preocupação

A desinformação é um grande preocupação para os organizadores do concurso nacional unificado. Para combatê-las, tomaram-se duas medidas. Uma delas foi a criação um site oficial do concurso, onde haverá a disponibilização de todas as informações oficiais.

Ademais, a Secretaria de Comunicação do Governo Lula também estará em operação para combater informações falsas. A orientação de Cristina Mori é de não acreditar em informações propagadas pelo WhatsApp e procurar no site oficial tudo relacionado ao concurso.

Em relação ao cronograma, a previsão é de que a aplicação das provas aconteça em março de 2024. Já a divulgação do resultado acontecerá até maio do mesmo ano. Por fim, até agosto de 2024, iniciam-se as contratações finais.

Imagem: panitanphoto / Shutterstock.com