Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Confira as doenças atualizadas que dão direito ao BPC em 2024

Veja quem tem direito ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) em 2024. Informações sobre doenças elegíveis e como solicitar o auxílio.

A situação econômica no Brasil tem sido desafiadora para muitas famílias e, em particular, para a população de baixa renda. Contudo, o Governo Federal, na tentativa de amenizar estas dificuldades, disponibiliza um chamado de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Trata-se de um benefício assistencial destinado a com mais de 65 anos, (PCD), e aqueles que, devido a certas condições de saúde, não podem exercer atividade profissional. Confira, a seguir, mais detalhes sobre o e como receber.

Como faço para receber o BPC?

Idade mínima para ganhar o BPC
Imagem: Reprodução / BPC

A primeira condição para ter direito a este benefício é que a renda per capita mensal da família do solicitante não exceda o valor de R$ 353. Além disso, é necessário que o interessado esteja inscrito no Único para do Governo Federal (CadÚnico).

Essa inscrição no CadÚnico é uma condição imprescindível para a liberação do BPC e deve acontecer fisicamente em uma unidades do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Quais são as doenças que dão direito ao BPC?

A saber, existem condições de saúde específicas que tornam os cidadãos elegíveis ao BPC. Assim, ao solicitar o benefício junto ao Instituto Nacional do Social (), o requerente receberá encaminhamento para uma perícia médica na qual deve comprovar sua incapacidade de .

Veja também:

Caixa Tem: Confira Se Você Tem Direito a Receber Mais Que R$ 579!

Ademais, as condições de saúde que podem render elegibilidade ao BPC são diversas. Temos como exemplo estas doenças:

  • Alienação mental;
  • Artrite reumatoide;
  • Cardiopatia grave;
  • Cegueira;
  • Contaminação por radiação;
  • Doença de Chagas;
  • Doença de Crohn;
  • Doença de Huntington;
  • Doença de Parkinson;
  • Epilepsia refratária;
  • Esclerose lateral amiotrófica (ELA);
  • Esclerose múltipla;
  • Espondiloartrose anquilosante;
  • Tuberculose ativa;
  • Transtorno bipolar;
  • Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (HIV – AIDS);
  • Paralisia irreversível e incapacitante;
  • Neoplasia maligna;
  • Nefropatia grave;
  • Mal de Alzheimer;
  • Lúpus eritematoso sistêmico;
  • Hepatopatia grave;
  • Hanseníase;
  • Fibrose cística;
  • Estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante).

Por fim, vale destacar que as regras e condições para a concessão do BPC podem sofrer alterações. Portanto, é crucial manter-se informado e, caso tenha dúvidas, é recomendado buscar a ajuda de profissionais que possam orientar corretamente sobre o processo.

Imagem: Prostock-studio / Shutterstock.com