Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Confira como estudantes e universitários podem contribuir com o INSS

Descubra como estudantes e universitários podem contribuir para o INSS e garantir acesso à aposentadoria, auxílio-doença e outros benefícios

Ser estudante ou universitário não significa abrir mão de um futuro tranquilo e com segurança previdenciária. Através da contribuição facultativa ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), você pode garantir o acesso a diversos benefícios previdenciários, como aposentadoria, auxílio-doença, salário-maternidade e pensão por morte.

Em síntese, a modalidade de contribuição facultativa é uma alternativa para aqueles que não possuem uma fonte de renda tradicional, mas desejam manter a proteção oferecida pela Previdência Social. Assim, esse tipo de contribuição permite que o estudante contribua com 20% sobre um valor definido, ou opte pela alíquota reduzida, que é de 11% sobre o salário mínimo.

Veja também:

Qual é o número de WhatsApp do Itaú?

Como contribuir para o INSS como estudante

Portanto, confira as principais informações sobre como o estudante pode contribuir para o INSS:

  • Idade mínima: A idade mínima para começar a contribuir para o INSS como estudante é de 16 anos;
  • Valor da contribuição: Você pode escolher contribuir com 20% sobre um salário de contribuição mínimo (R$ 1.412,00 em 2024) ou com 11% sobre o salário mínimo;
  • Forma de pagamento: O pagamento da contribuição pode ser feito por meio de boleto bancário ou débito em conta;
  • Filiação: Para se filiar ao INSS como estudante, você precisa apresentar documentos como carteira de identidade, CPF, comprovante de matrícula e certidão de nascimento ou casamento.

Além disso, estudantes de baixa renda podem contribuir para o INSS com uma alíquota reduzida de 5% sobre o salário mínimo. Contudo, para ter direito a essa alíquota, é necessário comprovar a renda familiar mensal de até dois salários mínimos (R$ 2.824).

Fachada do INSS
Imagem: Zigres/shutterstock.com

Vantagens de contribuir

Por fim, confira as vantagens de contribuir com o INSS:

  • Aposentadoria: Ao contribuir para o INSS, você garante o direito de se aposentar no futuro, recebendo um valor mensal que pode complementar sua renda;
  • Auxílio-doença: Em caso de doença ou acidente que o impeça de trabalhar, você terá direito ao auxílio-doença, que substitui parte da sua renda durante o período de afastamento;
  • Salário-maternidade: As mulheres que contribuem para o INSS têm direito ao salário-maternidade, um benefício que garante renda durante a licença-maternidade;
  • Pensão por morte: Em caso de falecimento, seus dependentes terão direito à pensão por morte. Garantindo um auxílio financeiro para suprir a falta da sua renda;
  • Contagem de tempo de contribuição: O tempo de contribuição como estudante conta para a aposentadoria, diminuindo o tempo necessário para se aposentar.

Imagem: Zigres/shutterstock.com