Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Criminoso se passa por funcionário de banco e idoso perde R$ 40 mil no Pix

Criminosos se passam por funcionários de banco, resultando em perda de R$ 40 mil para um idoso através do Pix. Saiba como evitar golpes.

Um incidente alarmante ocorreu com um idoso de 66 anos em Campo Grande, enganado por um suposto funcionário de banco e perdeu uma quantia significativa de R$ 40 mil por meio de um golpe envolvendo o sistema de pagamento instantâneo Pix. Esse caso, registrado na tarde de segunda-feira, chama a atenção para a crescente sofisticação dos golpes financeiros.

A vítima foi contatada por um indivíduo por meio de uma chamada de vídeo. Dessa maneira, o golpista, usando um número de telefone com código de área de outro estado, se passou por um atendente de banco. Assim, iniciando um diálogo que terminaria com consequências financeiras desastrosas para o idoso.

Como o golpe com Pix foi executado?

Golpe envolvendo bancos PIX
Imagem: releon8211 / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

Ao atender a ligação, o idoso foi questionado sobre uma suposta transação realizada por meio de outro banco, situado no estado do Rio de Janeiro. Confirmando que nenhum ato foi realizado, o golpista então sugeriu que o idoso acessasse seu aplicativo bancário para verificar sua conta, guiando-o com um suposto “passo a passo” para evitar fraudes.

Veja também:

Feriado é confirmado para 09 de julho; veja se vai folgar

Durante o processo, foi solicitado que a vítima fizesse um Pix com a promessa de que o valor seria devolvido para assegurar a segurança da conta. Confiantes de que estavam protegendo suas finanças, a vítima seguiu as orientações e transferiu R$ 40 mil para a conta indicada pelo criminoso. Logo após finalizar a transferência e encerrar a ligação, o idoso aguardou o retorno do montante.

Medidas de prevenção contra fraudes bancárias

Este caso destaca a necessidade urgente de conscientização sobre segurança financeira, especialmente entre a população mais velha, que pode ser mais vulnerável a táticas de engano online. É crucial nunca realizar transferências ou operações bancárias sob orientação de terceiros não verificados. Ao se deparar com qualquer situação semelhante, ações rápidas podem ajudar a impedir e identificar os responsáveis.

  • Sempre verifique diretamente com seu banco por meio de canais oficiais antes de realizar qualquer procedimento sugerido por terceiros.
  • Desconfie de qualquer ligação recebida de números desconhecidos ou de outros estados solicitando dados pessoais, ou transações.
  • Não realize transferências ou pagamentos sob pressão, ou sem a certeza da identidade e credibilidade do recebedor.

Dessa maneira, episódios como este do Pix, frequentes na era digital, reiteram a importância de uma vigilância constante e de uma educação contínua sobre as práticas seguras de utilização de ferramentas financeiras online. Prevenir é sempre o melhor remédio contra fraudes bancárias.

Imagem: FOTOKITA/shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital