Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Depósitos na poupança superam saques em R$ 72,6 mi em maio

Maio é o segundo mês consecutivo de 2021 em que os depósito na poupança superaram o saque.

0

De acordo com dados divulgados na última segunda-feira (07) pelo Banco Central, os depósitos na poupança superaram o saque em R$ 72,6 milhões em maio. Dessa forma, este é o segundo mês consecutivo de 2021 que apresentou um resultado positivo.

É provável que você também goste:

Nova regra do Banco Central pode ajudar a fomentar mercado de antecipação de recebíveis

Terceira parcela do Auxílio Emergencial começa a ser paga dia 17

Azul deve comprar a Latam em até 3 meses, avalia Bradesco BBI

Depósitos na poupança superam saques em R$ 72,6 mi em maio

De acordo com o Banco Central, os depósitos na poupança somaram R$ 281,236 bilhões em maio. Enquanto isso, os saques somaram um total de R$ 281,163 bilhões. Ao somar os saldos de todas as contas poupança do Brasil, elas alcançaram R$ 1,02 trilhão. Esse valor considera o rendimento de quase R$ 2 bilhões da caderneta em maio.

Com relação ao acumulado de janeiro a maio de 2021, os brasileiros já sacaram R$ 23,6 bilhões da caderneta de poupança. O resultado é negativo, pois, no primeiro trimestre de 2021, os clientes retiraram R$ 27,5 bilhões líquidos.

Vale ressaltar que os saques coincidiram com as datas de pagamento das tradicionais despesas de início de ano, como, por exemplo, o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), além de matrícula e material escolar.

Já em abril, os depósitos na poupança superaram os saques pela primeira vez em 2021. O bom resultado também coincidiu com a volta do auxílio emergencial. 

Captação recorde da poupança em 2020

Em 2020, a poupança teve uma captação recorde. Os depósitos superaram os saques em R$ 166,3 bilhões. Esse é o maior valor da série histórica do Banco Central.

Dentre os motivos que impulsionaram o recorde, o pagamento do auxílio emergencial sem dúvida é um deles. Além disso, os brasileiros optaram por guardar dinheiro diante da crise acarretada pela pandemia.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: fizkes / shutterstock.com

Seja membro

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.