Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Azul deve comprar a Latam em até 3 meses, avalia Bradesco BBI

Após o anúncio, as ações da Azul subiram 5,6%.

0

De acordo com o relatório do Bradesco BBI, a companhia aérea Azul deve comprar a operação brasileira da Latam em até 90 dias. No relatório, os analistas Victor Mizusaki e Pedro Fontanta concluem que a fusão entre as duas empresas é “muito provável”. A partir da divulgação desse dado, as ações da Azul subiram 5,6% na última segunda-feira (07).

É provável que você também goste:

Caixa informa que o pagamento e saque do abono salarial serão encerrados no dia 30 de junho

Em busca de expansão, banco digital BS2 compra a fintech Weel

Liberada compra de passagem de trem e metrô pelo WhatsApp em SP

Azul deve comprar a Latam em até 3 meses, avalia Bradesco BBI

A companhia Azul tem investido em negociações para comprar a concorrente desde o início da pandemia. Devido à falta de resultados, neste ano a empresa adotou uma estratégia mais firme. No fim de maio, a Azul publicou uma nota na qual afirma que “um movimento de consolidação é uma tendência do setor no pós-pandemia”.

A empresa destaca também que, de forma a buscar essa consolidação, “está em uma posição forte para conduzir um processo nesse sentido”. Assim, a Azul reforçou o interesse em comprar a Latam no Brasil. A Latam, por sua vez, está em recuperação judicial nos Estados Unidos. Por isso, acredita-se que os credores da empresa podem pedir que a proposta de venda seja incorporada ao plano de reestruturação. A projeção é que esse plano seja apresentado até o fim deste mês. Já a votação, deve ocorrer até 23 de agosto.

Por outro lado, o presidente da Latam no Brasil, Jerome Cadier, nega qualquer tipo de negociação com a Azul. No entanto, a rival pode articular a compra diretamente com os credores da Latam. É dito isso, pois, conforme o relatório do Bradesco BBI, dois grandes credores da Latam estariam interessados na venda da empresa. Eles também possuem participação na Azul e teriam um bom retorno se o negócio se confirmar.

Dessa forma, ao apostar na fusão das companhias, o Bradesco BBI elevou a recomendação das ações da Azul e da Latam. Além disso, afirmou que as ações da Azul devem chegar a R$ 75 em 2022. Esse valor representa uma alta de 59% na comparação com o preço atual. Já os da Latam, devem chegar a US$ 3 (alta de 4,9%).

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: SamuelVSilva / Shutterstock.com

- Publicidade -

Comentários
Carregando...