Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Veja como conseguir desconto na conta de luz reduzindo o consumo

Os recursos usados para bancar os descontos na luz devem sair do Encargo de Serviços do Sistem

0

Ao final do mês de agosto, o governo federal disse que vai ofertar um desconto na conta de luz dos consumidores residenciais e de pequenos negócios. A condição é que haja uma redução de forma voluntária no consumo de energia elétrica pelo consumidor. A medida deve durar até dezembro, entretanto, pode ser estender.  

Como pagar conta de água, luz e telefone com o cartão de crédito sem taxa, e ainda ganhar cashback ou milhas

Como conseguir desconto na conta de luz ao reduzir o consumo

Em suma, funciona assim: o brasileiro que reduzir o consumo de energia entre os meses de setembro e dezembro, em no mínimo 10% em relação ao mesmo período de 2020, vai ganhar um bônus no valor final da fatura de luz. Além disso, o benefício também se aplica para quem quiser diminuir até 20%, conforme a decisão publicada no Diário Oficial da União (DOU). 

Seja membro

A redução deve ser de R$ 0,50 por cada quilowatt-hora (kWh) sobre o volume de energia que o consumidor usou. Além disso, ela precisa estar dentro da meta de 10% a 20%. Sendo assim, quem economizar menos de 10%, não vai ter direito ao bônus. E quem economizar mais de 20% também não vai receber uma quantia adicional. 

Os dados para a comparação devem ter como base, o somatório do consumo de energia elétrica, durante 4 meses. Nesse caso, o acumulado entre os meses de setembro e dezembro de 2021, vai ser colocado em contraposição com a soma das mesmas 4 faturas de 2020. Após a devida comparação, se constatado uma redução no consumo entre 10% e 20%, um desconto vai ser creditado ao titular da conta de luz a partir de janeiro de 2022. 

Financiamento do bônus

Os recursos usados para bancar os descontos na luz devem sair do Encargo de Serviços do Sistema (ESS), valor cobrado nas tarifas de energia de todos os consumidores. Além disso, ainda não há a definição se a cobrança vai aumentar devido ao lançamento do bônus pelo governo. 

Assim, a previsão é de que o bônus seja custeado pelos consumidores de energia. Tanto aqueles que são atendidos pelas distribuidoras, tanto pelos consumidores do mercado livre. Apesar disso, o governo diz que o programa deve ser vantajoso, pois vai incentivar a redução no consumo de energia. Sobretudo das termelétricas, consideradas de custo mais alto. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Sunshine Studio / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.