Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Detran cogita usar câmeras para evitar fraudes em testes de CNH

Detran considera usar câmeras para evitar fraudes em testes de CNH. Medida visa aumentar a segurança e a transparência.

A busca incessante por transparência e integridade nas avaliações para a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) levou o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) a tomar uma medida inovadora.

Recentemente, foi anunciada a decisão de incorporar o uso de câmeras nos uniformes dos instrutores durante os exames práticos. Este movimento é parte de uma estratégia mais ampla para desencorajar e detectar qualquer tentativa de fraude. Entenda mais a seguir.

Entenda o Projeto Focus

O plano, conhecido como Projeto Focus, foi oficializado através da Portaria n° 2.889 e encontra-se em fase de elaboração; a implementação completa está prevista para o segundo semestre de 2024.

A medida visa não apenas garantir a idoneidade do processo como também proteger os direitos dos candidatos e a segurança dos examinadores.

O que muda com as câmeras nos exames práticos?

Mão segurando uma CNH
Imagem: Reprodução/Shutterstock

Com o novo sistema de câmeras, cada movimento durante o exame prático será gravado, criando um ambiente de total transparência. Segundo Eduardo Aggio, diretor-presidente do Detran-SP, o recurso de monitoramento audiovisual é essencial para elevar a qualidade dos procedimentos internos, promovendo um trânsito mais seguro e organizado em todo o Estado.

O uso de câmeras por instrutores de trânsito nos exames práticos da CNH tem potencial para reduzir significativamente incidentes fraudulentos, como o suborno. Ao registrar cada detalhe do exame, fica mais difícil para participantes envolvidos em comportamentos corruptos burlar o sistema. Além disso, o vídeo pode ser usado posteriormente para revisão e aprimoramento das metodologias de avaliação.

Outros estados também adotam câmeras?

A saber, esta iniciativa já é realidade em outros estados brasileiros. Por exemplo, no Rio Grande do Sul, o monitoramento por câmeras em exames práticos está em vigor desde abril do ano anterior. Já no Mato Grosso, o sistema é ainda mais robusto, contando com telemetria e dispositivos de GPS nos veículos utilizados nas autoescolas.

Veja também:

Nubank alcança R$ 300 bilhões em valor de mercado e supera bancos tradicionais

Essa difusão do uso de tecnologia nos processos de obtenção de CNH reflete uma tendência crescente em direção à digitalização e à utilização de ferramentas que assegurem a equidade e a justiça nos serviços públicos.

Imagem: rafapress / shutterstock.com