Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Dicas para resolver o “erro ao buscar seus dados” no MEU INSS

0

Muitos usuários que precisaram acessar o MEU INSS estão profundamente irritados com o erro ao buscar dados. E os motivos que levam os usuários a acessar o sistema são diversos, desde solicitações de benefício até um simples extrato de contribuições do INSS. Mas afinal, por que quem tenta acessar o MEU INSS se depara com a mensagem “Ocorreu um erro ao buscar seus dados” e como resolver isso?

É provável que você também goste:

Fique atento ao prazo máximo para solicitar o auxílio emergencial de até R$ 1200.

Nubank continua contratando na quarentena e oferece vagas de emprego.

INSS vai adiantar dinheiro para quem está na fila do BPC: veja se o seu nome está na lista.

O grande problema é que, além da pandemia de coronavírus, que obrigou as agências do INSS a fecharem e acabou dando apenas a opção de acesso pela internet aos usuários, o número de pedidos de auxílio-doença quintuplicou no INSS durante a pandemia. Tudo isso faz com que o sistema fique sobrecarregado, e com isso surgem os erros. Mas afinal, o que fazer neste caso? Bom, primeiramente vamos entender o que é o INSS e a plataforma MEU INSS.

O que é o INSS?

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é o órgão do Ministério da Previdência Social responsável por diversos benefícios, incluindo a famosa aposentadoria. E sempre que falamos em INSS, lembramos de aposentadoria, seja ela por tempo de serviço, por idade ou por invalidez. O INSS também é responsável pelo auxílio-doença, auxílio-acidente, salário maternidade, salário família, pensão por morte, reabilitação profissional e até mesmo pelo seu 13º salário.

Tudo isso se dá por meio da Previdência Social, que é como se fosse um grande banco público. O dinheiro arrecadado através dos trabalhadores e empregadores que contribuem mensalmente serve para pagar as aposentadorias e demais benefícios.

A maioria dos trabalhadores são acolhidos pelo INSS, desde o trabalhador CLT (Carteira Assinada), como os contribuintes individuais, MEI, autônomos e empregados domésticos. Fora do instituto ficam apenas os servidores públicos, que são assistidos diretamente pelo Estado.

O INSS é muito importante para os trabalhadores brasileiros, pois ele garante renda no caso de uma doença, pensão por morte aos dependentes e a aposentadoria, ao final de sua jornada de trabalho.

O que é o MEU INSS?

O MEU INSS é a plataforma desenvolvida pelo Ministério da Previdência Social para que o cidadão consiga fazer 90 serviços sem precisar comparecer presencialmente a uma agência do Instituto. Por essa característica, o MEU INSS é de extrema importância durante esse isolamento social que vivemos. Afinal, a ideia é manter as pessoas em casa o máximo possível.

O MEU INSS pode ser acessado tanto pelo site gov.br/meuinss, quanto nos aplicativos para Android e IOS (iPhone/iPad). Ao acessar a plataforma pela primeira vez, é necessário criar um cadastro e ter um login e senha. Isso você faz pelo próprio site ou app.

Antes do MEU INSS, o Ministério dão Previdência Social disponibilizava aos cidadãos o portal Dataprev. Entretanto, neste antigo portal os serviços eram bem mais limitados. Já o MEU INSS oferece muito mais opções ao cidadão, como extrato de pagamento do benefício, agendamento e resultado de perícia médica, extrato de empréstimo consignado, entrada na aposentadoria por idade, solicitação do salário maternidade, informações para o Imposto de Renda e simulação de aposentadoria por tempo de contribuição. Além do portal, o INSS também atende pelo telefone 135.

Afinal, por que o sistema está com este erro?

Como as agências do INSS estão fechadas até o dia 22 de maio devido à pandemia, todo cidadão que necessita de algum serviço do INSS precisa fazê-lo pela internet. E o fechamento das agencias é fundamental na estratégia de conter a epidemia. Isso porque normalmente nestas agências há muitas aglomerações de pessoas. Infelizmente não tem outro jeito.

Entretanto, o sistema do MEU INSS não tem capacidade para tamanha demanda de usuários simultâneos. E é difícil um sistema que tenha. São milhares de pessoas tentando utilizar algum dos serviços do Instituto neste momento, como, por exemplo, o pedido de auxílio-doença, que registrou um aumento de cinco vezes desde o início da pandemia.

Por conta disso, a maioria dos usuários que tentam acessar o sistema se deparam com a mensagem “Ocorreu um erro ao buscar seus dados”.

Dica secreta para conseguir acessar o MEU INSS

Mas afinal, o que se pode fazer para conseguir acessar um serviço no portal MEU INSS? Tenho algumas dicas importantes, que você pode seguir para ter mais chances de conseguir atender suas necessidades.

Primeiramente, saiba que o melhor horário para você acessar com sucesso o MEU INSS é durante a madrugada, quando o tráfego cai consideravelmente. A primeira tentativa de acessar o sistema foi durante o dia, precisamente as 16h03m de uma quarta-feira. E a mensagem foi a mesma que muitos usuários se deparam: “Ocorreu um erro ao buscar seus dados”.

meu inss

Entretanto, fiz uma nova tentativa às 01h04m, ou seja, durante a madrugada. E consegui acessar o sistema tranquilamente. Nada de travamentos ou quedas do sistemas: tudo ocorreu perfeitamente!

meu inss

Portanto, essa é a dica que deixo para você que não está conseguindo acessar o MEU INSS, seja para o que for que você precise fazer por lá: acesse o site ou aplicativo durante a madrugada, e suas chances de sucesso serão muito maiores.

Além disso, uma outra coisa importante é você ter uma boa velocidade de conexão e acessar o sistema por um aparelho mais rápido. Se o seu Wi-Fi não tem uma velocidade muito alta, recomendo que você tente acessar pelo 4G do seu smartphone, ou por um outro smartphone que seja mais eficiente.

Além disso, durante a madrugada a internet tende a ser mais rápida, devido à redução de pessoas trafegando na rede. Essas duas dicas aumentam em muito as chances de conseguir acessar o sistema com sucesso.

Enfim, gostou da dica?

Então, nos siga no YouTube, em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Beearter / Shutterstock

Comentários
Carregando...