Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Endividamento registra queda com melhora na renda das famílias brasileiras

Famílias de menor poder aquisitivo vêem o percentual de endividamento registrar queda na comparação mensal. Saiba mais!

da Peic (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor) referentes ao mês de outubro apontam para uma melhora no cenário de endividamento do país. No período em questão, a taxa chegou a 76,9%, contra 77,4% no mês anterior. Na comparação anual, também houve queda: eram 79,2% em 2022. 

Diante dos novos resultados, o número de consumidores endividados no país registrou a quarta redução consecutiva e chegou ao menor patamar desde o início do ano passado. Nesse sentido, um dos aspectos por trás desta realidade é a melhora da entre as famílias com menor poder aquisitivo. 

Além disso, o estudo ressalta a melhora no de , uma inflação mais comportada e as políticas de transferência de renda como fatores que contribuem para a melhoria do endividamento entre os . Confira mais detalhes a seguir!

Cenário de endividamento em outubro

Do percentual total de 76,9% registrado no mês de outubro, 29,7% alegaram estar com contas atrasadas e 13% disseram que não terão como realizar o em questão. 

Sob esse aspecto, quando consideradas as faixas de renda, o cenário de endividamento foi seguinte:

  • Renda de 0 a 3 salários mínimos: 78,7%;
  • Renda de 3 a 5 salários mínimos: 77,2%;
  • Renda de 5 a 10 salários mínimos: 74,9%;
  • Renda acima de 10 salários mínimos: 74,9%. 

Veja também:

Novo valor do salário mínimo para 2024; confira

Vale destacar, no entanto, que em relação ao mês passado, o contingente de endividamento registrou queda nas duas faixas de renda mais baixas. Mas, aumentou na faixa entre 5 a 10 salários e se manteve igual na faixa mais .

Mão fazendo contas em um papel rodeado de moedas e calculadora
Imagem: AlvaroMP / shutterstock.com

Tipos de dívidas entre os brasileiros 

Por fim, a Peic apresenta quais são os tipos de dívidas que fazem parte do cotidiano dos brasileiros. Confira: 

  • de crédito: 87%;
  • Carnês: 17%;
  • Crédito pessoal: 9,4%;
  • Financiamento de casa: 8%;
  • Financiamento de carro: 7,8%. 

Por fim, o cartão de crédito é o maior responsável pelas dívidas, assim como em 2022. No ano passado, porém, o percentual era de 86,2%.

Imagem: fizkes / shutterstock.com