Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Entenda como são calculados os juros do cartão de crédito

Saiba mais informações sobre como os juros do cartão de crédito são calculados e evite surpresas na fatura!

O cartão de crédito é uma ferramenta poderosa para o manejo de finanças pessoais, oferecendo comodidade e benefícios. No entanto, o seu uso desinformado pode levar à acumulação de juros que podem pesar no orçamento.

Dessa forma, entender como funcionam esses juros é essencial para qualquer consumidor. Saiba mais informações sobre como se dá o cálculo deste acréscimo no valor da fatura na sequência!

Como é o cálculo dos juros no cartão de crédito?

Cartões de crédito empilhados sobre notebook
Imagem: Suradech Prapairat / Shutterstock.com

A utilização do crédito oferecido pelos cartões pode ser uma armadilha para quem não se mantém atento às datas de pagamento. Ao atrasar o pagamento da fatura ou optar pelo pagamento mínimo, o consumidor se depara com juros sobre os valores restantes. Eles têm seu cálculo de uma forma que nem sempre é clara para todos.

O cálculo de juros em cartões de crédito ocorre de uma maneira específica, levando em consideração a taxa anual ou mensal estipulada pela instituição financeira emissor do cartão.

Conhecido como Taxa de Juros ao Ano (TJA) ou Taxa de Juros ao Mês (TJM), esse percentual é divido pelo número de dias do ano ou do mês para se chegar à taxa diária. Tais acréscimos aplicam-se diariamente sobre o saldo devedor a partir do vencimento da fatura.

Qual é o impacto dos juros compostos?

A mecânica desse cálculo sobre os cartões de crédito envolve o conceito de juros compostos, o que significa que eles se aplicam sobre o total já acrescido do período anterior.

Isso significa que, quanto mais tempo passar sem que a haja a quitação total da dívida, maior será o montante final devido.

Saiba mais sobre o crédito rotativo

Uma particularidade do uso do crédito em cartões é o chamado crédito rotativo. Quando o consumidor não efetua o pagamento integral da fatura, o saldo não pago transfere-se para o mês seguinte, com incidentes juros.

Em 2024, as regras para os juros do crédito rotativo passaram por ajustes importantes no Brasil. De acordo com a nova regulação do Banco Central sob a lei “Desenrola”, juros e encargos sobre o rotativo e parcelamentos no cartão não podem ultrapassar 100% da dívida original, uma mudança significativa visando proteger o consumidor.

Veja também:

3° lote da restituição do IR 2024: veja se vai receber este mês

Além dos juros, é importante atentar-se a outras tarifas, como a taxa de anuidade, que algumas vezes são cobradas sem que o consumidor perceba claramente. Por isso, uma leitura cuidadosa do contrato do cartão de crédito é sempre recomendada para evitar surpresas indesejadas.

Imagem: Andrey_Popov / Shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital