Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Governo aprova novo auxílio emergencial de R$ 2.500 para brasileiros

Foi aprovado pelo governo um novo auxílio emergencial que permite o repasse de R$ 2.500 para brasileiros. Saiba os detalhes!

Foi aprovado pelo governo um novo auxílio emergencial que permite o repasse de R$ 2.500 para brasileiros. Acompanhe conosco para saber mais detalhes sobre a nova decisão e quem esse novo benefício deve ajudar.

No estado do RS, houve a aprovação de um novo projeto de lei que facilita e viabiliza o repasse financeiro para famílias prejudicadas por desastres naturais. A nova medida foi aprovada em unanimidade pela Assembleia Legislativa do estado, seguindo para regulamentação a partir dessa terça-feira (11).

O novo auxílio emergencial faz com que as famílias que sofreram em casos como o do ciclone extratropical de junho possam receber um auxílio de até R$ 2.500. Dessa maneira, auxiliando em seu reestabelecimento no local após a passagem da calamidade.

Motivação por trás do novo PL

Segundo divulgado, essa é uma nova medida que foi apresentada junto a outras novidades em junho pelo governador Eduardo Leite (PSDB). A criação do novo auxílio emergencial surge após a passagem de ciclone extratropical no estado em junho que deixou 16 pessoas mortas no estado.

A nova medida traz como objetivo maior o auxílio às famílias que sofrem ou sofreram com esse tipo de ocorrência. Sendo assim, prestando assistência para locais que enfrentam dificuldades após a passagem de calamidades.

Entretanto, o novo auxílio emergencial ainda está em aprovação, necessitando a criação de regras e processos a serem seguidos para sua solicitação. Dessa maneira, o objetivo é preparar o estado para essas ocorrências e providenciar a ajuda de forma rápida e simples.

Como é feito o pagamento do novo auxílio emergencial

A proposta estabelecida pelo Executivo visa a possibilidade de trazer um pagamento do valor por família que reside no local afetado. Dessa forma, trazendo a possibilidade da realização do pagamento ser realizado de forma única ou em prestações.

Portanto, a distribuição dos recursos empregados na nova medida deve ser realizada tomando por base os registros do CadÚnico. Além disso, deve utilizar formulários coletados pelas equipes de assistência social dos municípios.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com