Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

INSS: confira como cadastrar um procurador sem sair de casa

Saiba tudo sobre a procuração INSS: como cadastrar, quais poderes conceder, dicas importantes e muito mais!

A procuração do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é um instrumento fundamental para que você possa autorizar um representante legal a agir em seu nome perante ao órgão. Assim, através dela, você concede poderes a um terceiro para realizar diversas tarefas, como solicitar benefícios, acompanhar processos, dar andamento em pendências e até mesmo receber valores.

Em síntese, o INSS admite duas formas de procuração: particular e pública. Assim, a procuração particular pode ser facilmente feita a partir de um modelo disponível no site do INSS e não exige reconhecimento de firma. É suficiente que as assinaturas correspondam às nos documentos de identificação. 

Por outro lado, a procuração pública é necessária em casos específicos, como para indivíduos não alfabetizados ou com deficiência visual, sendo esta formalizada em cartório.

Veja também:

Confira o TOP10 das cidades com mais bilionários no mundo

Quem pode ser procurador?

Portanto, podem ser procuradores aqueles que se enquadrarem nas seguintes situações:

  • Advogados: Profissionais habilitados na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) podem ser nomeados como procuradores, independentemente de especialização em direito previdenciário;
  • Outras pessoas: É possível nomear familiares, amigos ou qualquer pessoa de sua confiança, desde que maior de 18 anos e com capacidade civil plena. No entanto, para atuar em questões mais complexas, como perícias médicas ou recursos administrativos, a presença de um advogado é altamente recomendada.
Celular com logo INSS e calculadora, caneta e cédulas brasileiras ao redor.
Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com

Como cadastrar um procurador no INSS?

Enfim, o processo de cadastro de um procurador no INSS é simples e pode ser feito de forma online, através do Meu INSS:

  • Acessar o site do Meu INSS;
  • Fazer login com seu CPF e senha;
  • Na tela inicial, clicar em “Procuração”.
  • Selecionar a opção “Novo Procurador”;
  • Preencher os dados do procurador;
  • Anexar os documentos necessários;
  • Revisar as informações e clicar em “Enviar”;
  • O procurador receberá um e-mail com um link para confirmar o cadastro.

Por fim, ao cadastrar um procurador no INSS, você pode definir quais poderes deseja conceder a ele. Entre as opções disponíveis, estão:

  • Solicitar benefícios: Dar entrada em pedidos de aposentadoria, pensão, auxílio-doença, auxílio-maternidade, entre outros;
  • Acompanhar processos: Consultar o andamento de processos administrativos, como pedidos de revisão de benefício ou recursos;
  • Dar andamento em pendências: Corrigir dados cadastrais, atualizar documentos, apresentar contestações e realizar outros procedimentos;
  • Receber valores: Receber benefícios, restituições e valores devidos pelo INSS.

Imagem: rafastockbr / Shutterstock.com