Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

INSS está fazendo a prova de vida em casa? Entenda se é verdade ou golpe

Prova de vida do INSS em casa: verdade ou golpe? Saiba como identificar e proteger-se contra possíveis fraudes relacionadas ao INSS.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) emitiu um novo alerta para aposentados e pensionistas sobre tentativas de golpes que têm se intensificado nos últimos meses. Essas ações criminosas muitas vezes envolvem indivíduos se passando por funcionários do INSS e até mesmo realizando visitas domiciliares para supostamente realizar a prova de vida.

A prova de vida é um mecanismo usado pelo INSS para prevenir fraudes e garantir que o pagamento dos benefícios seja feito apenas para os beneficiários elegíveis. Dessa maneira, tradicionalmente, essa verificação era feita presencialmente nas agências bancárias por meio da biometria ou apresentação de documentos.

Como o golpe no INSS é aplicado e como se prevenir?

  • Visitas não solicitadas: Golpistas podem visitar a residência dos beneficiários se passando por funcionários do INSS, pedindo documentos e dados pessoais.
  • Comunicação falsa: Alegações de que o beneficiário precisa fazer um novo cadastramento ou prova de vida presencial são comuns. Outrossim, o INSS alerta que tais informações são falsas, pois a agência não realiza essas práticas atualmente.
  • Solicitações via contato: Caso receba ligações ou visitas suspeitas, não forneça seus dados. Assim, verifique sempre a veracidade das informações pelos canais oficiais.
Celular com logo do INSS e notas de real averbação
Imagem: Brenda Rocha – Blossom / Shutterstock.com

Prova de vida em 2024

Desde 2023, as políticas relativas à prova de vida passaram por mudanças significativas. O INSS suspendeu o bloqueio de pagamentos por falta de prova de vida até o final de 2024, visando reduzir a necessidade de deslocamento dos beneficiários e, consequentemente, a exposição a golpes. Assim, apesar disso, o beneficiário ainda pode realizar a comprovação voluntariamente através do aplicativo Meu INSS ou diretamente em seu banco. Priorizando métodos que utilizem biometria.

Como proceder sem cair em armadilhas?

  1. Desconfie de qualquer comunicado que não venha dos canais oficiais do INSS.
  2. Antes de fornecer dados, confirme a identidade de quem está solicitando.
  3. Utilize os serviços online e aplicativos oficiais para realizar procedimentos relacionados ao seu benefício.

Dessa maneira, manter-se informado e prestar atenção às orientações oficiais é a melhor forma de proteger-se contra fraudes e garantir que seus direitos enquanto beneficiário do INSS sejam preservados.

Veja também:

INSS libera antecipação de saque extra do BPC para estes beneficiários

Ademais, é fundamental que todos os beneficiários estejam atentos e relatem qualquer atividade suspeita. Assim, a segurança de seus dados e benefícios depende de vigilância constante e da colaboração com as autoridades e o próprio INSS.

Imagem: StockerThings / shutterstock.com