Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Menos de 30 dias: prazo para declarar o Imposto de Renda está perto do fim

O prazo para declarar o Imposto de Renda está próximo do fim, com menos de 30 dias restantes. Saiba mais sobre as datas e procedimentos.

À medida que o calendário avança, os contribuintes brasileiros enfrentam o desafio anual de acertar as contas com o Leão. O período de entrega do Imposto de Renda 2024 está em curso, com a data final marcada para 31 de maio de 2024, às 23h59. Este prazo crucial para milhões de brasileiros encerra um ciclo importante de compromisso cívico e fiscal.

Por isso, é essencial que os contribuintes se organizem para reunir a documentação necessária e preencher a declaração de forma correta e dentro do prazo estipulado. A declaração do Imposto de Renda é uma obrigação fiscal importante e estar em dia com esse compromisso evita problemas com a Receita Federal.

Quem deve declarar e quais são as consequências de não cumprir o prazo?

Imagem de um celular deitado sobre cédulas de 100 reais e 50 reais. Na tela do celular, aparece o logotipo da Receita Federal, responsável pela cobrança do Imposto de Renda
Imagem: rafapress / Shutterstock.com

O dever de declarar incide sobre aqueles que receberam rendimentos tributáveis que superaram o valor de R$ 30.639,90 durante o ano anterior. Àqueles que negligenciarem o prazo estipulado, será imposta uma multa que varia entre R$ 165,74 e até 20% sobre o imposto devido, além de possíveis complicações cadastrais com o CPF.

Como evitar multas

  • Organização documental é chave: Certifique-se de que todos os documentos necessários estão reunidos e corretos;
  • Declare cedo para tranquilidade: Entregar a declaração no início do prazo pode evitar contratempos de último minuto;
  • Priorize a restituição: Quem declara até 5 de maio pode ser incluído no primeiro lote de restituição, previsto para o final do mesmo mês.

Para os contribuintes que planejam suas finanças em torno do retorno do Imposto de Renda, a Receita Federal já agendou as datas de restituição. O primeiro lote será entregue no dia 31 de maio de 2024. Os lotes subsequentes seguem nos últimos dias dos meses junho, julho, agosto e setembro respectivamente.

Opções de pagamento para quem tem Imposto de Renda a recolher

Aqueles que têm imposto a recolher e preferem facilitar o processo podem optar pelo pagamento via débito automático. Esta opção está disponível até 10 de maio para aqueles que desejam associar o pagamento da primeira cota ou da cota única por esta modalidade.

A saber, esta alternativa oferece não só conveniência, mas também a segurança de que a obrigação será cumprida pontualmente.

Veja também:

Seguro de celular: compensa investir em um para ir ao show da Madonna?

Cabe lembrar que manter-se em dia com as obrigações fiscais não apenas evita inconvenientes legais e financeiros, mas também contribui para a manutenção de um sistema tributário eficiente e justo para todos. A Receita Federal sublinha a importância de cumprir com estas responsabilidades dentro dos prazos estabelecidos, encorajando todos os contribuintes a não deixarem para a última hora.

Imagem: SteffenTravel / Shutterstock.com