Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Moedas das Olimpíadas valorizam mais de 300%. É hora de comprar?

A compra de moedas colecionáveis pode ser um bom investimento? Saiba mais.

0

Em 2016, quando o Rio de Janeiro foi sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o Banco Central emitiu uma série de moedas personalizadas em homenagem ao evento. Cinco anos depois, muitas pessoas ainda possuem essas moedas, que se tornaram raras e colecionáveis. Assim, das mais de 320 milhões enviadas para o mercado, só 164.500 ainda estão em circulação.

Ao todo, existem 36 modelos colecionáveis. Além disso, algumas nem chegaram a circular, sendo vendidas direto para colecionadores. A moeda do Salto com Vara, por exemplo, só teve tiragem de cinco mil unidades. Produzida em ouro 900/1000, seu valor inicial era de R$ 1.180. Hoje, o modelo é encontrado por R$ 3.700 no Mercado Livre. Ou seja, foi um ótimo investimento.

Mas, afinal, vale a pena vender suas moedas agora? Ou é mais negócio comprar moedas para vender no futuro? Para saber mais, continue lendo!

Moedas das Olimpíadas valorizam mais de 300%. É hora de vender as suas?

Seja membro

Dessa forma, entre os exemplos de moedas das Olimpíadas que estão muito mais valorizadas hoje, está a moeda comemorativa da entrega da Bandeira Olímpica. Inicialmente, ela foi vendida por R$ 9,50. Ademais, apesar de a tiragem do modelo ter sido maior que dois milhões de unidades, ainda assim ela é considerada rara. Atualmente, é possível fazer a venda de uma dessas moedas por até treze vezes o valor inicial.

De acordo com o Banco Central, há uma série de razões para você adquirir um modelo colecionável. O primeiro delas é que a cunhagem em metal nobre e a qualidade de suas gravuras fazem delas obras de arte brasileiras. Além disso, suas tiragens rigorosamente limitadas conferem a elas raridade que tende, com o tempo, a aumentar seu valor.

Outro motivo para colecionar uma moeda olímpica é que cada uma das peças vem protegida por uma cápsula transparente, para melhor conservação de seu brilho. Ou seja, elas se preservam ao longo do tempo. Então, o que é mais vantajoso? Comprar uma delas agora, para vendê-la mais tarde, ou vender as moedas valorizadas neste momento?

A resposta é que tudo depende. Se você é um colecionador, pode valer a pena manter suas moedas por parte. Afinal, com o tempo, a tendência é que elas se tornem ainda mais valiosas. Se você precisa de dinheiro, por outro lado, vender é uma alternativa. Quanto à comprar moedas, esse também pode ser um ótimo investimento, uma vez que dificilmente as moedas percam o seu valor (pelo contrário, quanto mais antigas forem, mais valorizadas serão).

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o FacebookTwitterTwitchInstagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de créditoempréstimosfintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.,

Imagem: gideonijunior / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.