Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Nissan pretende lançar táxi sem motorista em breve; saiba mais

Entenda aqui sobre a iniciativa da Nissan de tecnologia autônoma e descubra se outras empresas também estão investindo nessa novidade.

Em busca de sanar questões de mobilidade local, a Nissan anunciou, nesta quarta-feira (28), o planejamento para o lançamento de um serviço de táxis autônomos no Japão até abril de 2027. Para isso, a empresa irá iniciar os testes do serviço comercial em abril do próximo ano.

Sendo assim, contando com minivans em uma área de Yokohama, ao sul de Tóquio. Desse modo, o projeto nasce na tentativa de resolver problemas que o país enfrenta em relação a mobilidade, tais como a escassez de motoristas e o envelhecimento da população. Portanto, siga a leitura para conferir mais acerca dessa iniciativa da Nissan.

Tecnologia autônoma da Nissan

Nissan Versa em um Salão do Automóvel
Imagem: quiggyt4/shutterstock.com

Segundo informações do anúncio feito pela Nissan: “As comunidades locais enfrentam dificuldades em sua mobilidade, como escassez de motoristas, devido ao envelhecimento de sua população. Trabalharemos com autoridades locais e operadores de transporte no projeto de oferecer uma ampla gama de novos serviços que permitam uma mobilidade livre.”

Dessa forma, a iniciativa da Nissan vai ao encontro das prioridades do governo japonês, que já demonstrava interesse em acelerar a adoção da tecnologia autônoma devido aos mesmos fatores apontados pela empresa. Logo, envelhecimento populacional e escassez de mão de obra.

Desde o último ano, as leis de trânsito japonesas têm permitido a condução autônoma “nível 4” em estradas públicas, seguindo certas condições. Na classificação da autonomia veicular, em uma escala de 0 a 5, o “nível 4” significa que o carro pode operar sozinho, mas um humano ainda pode tomar o controle.

Outras empresas estão investindo em tecnologia autônoma?

Sim, outras grandes empresas, como a Honda e a General Motors, e sua subsidiária de direção autônoma, a Cruise, também anunciaram um projeto conjunto para oferecer serviços de transporte em veículos autônomos a partir de 2026 no Japão.

A Toyota, por sua vez, estaria planejando lançar ainda esse ano um serviço com nível 4 de autonomia em uma área reduzida de Tóquio. Porém, apesar dos avanços, a tecnologia autônoma ainda enfrenta barreiras. No ano passado, a Cruise optou por suspender as vendas do carro autônomo após serem registrados acidentes com o modelo.

Imagem: Chekunov Aleksandr / shutterstock.com