Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Nova regra do cartão de crédito surpreende brasileiros acima de 18 anos

Novas regras do cartão de crédito surpreendem brasileiros acima de 18 anos. Saiba como se adaptar e evitar endividamento!

Os brasileiros com mais de 18 anos vivenciaram uma mudança importante na regulamentação do cartão de crédito ao final do último ano. Uma decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) irá impactar diretamente os juros cobrados nas faturas em situação de rotativo. Este movimento vem como uma resposta às altas taxas de inadimplência que têm preocupado instituições financeiras e consumidores.

A partir de agora, todos os bancos e instituições financeiras nacionais devem respeitar um novo teto para os juros do rotativo, tornando o crédito um pouco mais amigável para o bolso do brasileiro. Continue a leitura para mais informações!

O que muda com o novo teto de juros do rotativo do cartão de crédito?

Mulher com um cartão de crédito na mão analisando as tarifas de um contrato.
Imagem: Bacho / shutterstock.com

O rotativo do cartão de crédito permite que o usuário pague apenas uma parte mínima da fatura e refinancie o restante. Anteriormente, essa conveniência vinha com juros que poderiam ser exorbitantes, chegando a acumular valores muito acima do principal ao longo dos meses.

Sendo assim, a nova regulamentação impõe que o valor acumulado devido ao uso do rotativo do cartão de crédito não ultrapasse 100% do valor original da dívida. Por exemplo, se alguém tem uma dívida inicial de R$100, com a nova regra, os encargos + dívida não poderão exceder R$200.

Esta medida visa diminuir o risco de uma dívida “bola de neve”, onde o consumidor se encontra incapaz de saldar seu débito.

Qual a expectativa após a implementação destas mudanças?

Entidades como a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) e o governo federal estão observando atentamente os resultados desta nova abordagem. A esperança é que as taxas menores de juros do rotativo ajudem a reduzir os índices de inadimplência e, por sua vez, tornem o uso do cartão de crédito mais seguro e estratégico para os consumidores brasileiros.

Veja também:

Empréstimo consignado para CLT? Confira a novidade!

Esta mudança, que foi aprovada em dezembro de 2023 e entrou em vigor no início de 2024, representa um importante passo na direção de uma economia mais equilibrada e menos predatória no que tange ao crédito ao consumidor. Trata-se, portanto, de uma medida que terá seu acompanhamento de perto por todos aqueles que dependem do cartão de crédito para gerenciar suas finanças pessoais.

Imagem: Bacho / shutterstock.com