Novo ministro das Comunicações terá que fazer leilão do 5G e privatizar os Correios

Na terça-feira (10 de junho), o presidente Jair Bolsonaro nomeou o deputado Fabio Faria (PSD-RN) como novo ministro das Comunicações. A pasta foi recriada pelo presidente e engloba dois setores de grande relevância na economia: a radiodifusão e as telecomunicações. Dentre os desafios do novo ministro das Comunicações estão renovar concessões de TV, fazer o leilão da tecnologia 5G e a privatização dos Correios. Confira todos os detalhes abaixo.

É provável que você também goste:

FGTS Emergencial será liberado na segunda, mas saques estarão disponíveis só em julho

Renda mínima permanente ganha cada vez mais força para entrar em vigor após a pandemia

Bolsonaro vai vetar extensão do Auxílio Emergencial se Congresso manter em R$ 600

Novo ministro das Comunicações terá que fazer leilão do 5G e privatizar Correios

O Ministério das Comunicações foi recriado por Jair Bolsonaro na última terça-feira (10). E como novo ministro das Comunicações, o presidente nomeou o deputado Fabio Faria. Este é um ministério que representa uma parte importante da economia do país. Afinal, somente as telecomunicações envolvem um faturamento anual de R$ 250 bilhões.

Mas além das telecomunicações, o novo ministro também vai ser responsável pela área de radiofusão. Portanto, entram como responsabilidades da pasta a renovação de concessões de televisão e rádio. Bolsonaro chegou a sugerir, por exemplo, que a concessão da TV Globo poderia não ser renovada.

Adicionalmente, o Ministério das Comunicações também fará a finalização do projeto de migração da TV analógica para a digital. Projeto este que já foi feito em capitais e algumas grandes cidades do interior. Contudo, ainda precisa ser finalizado em muitos municípios brasileiros.

Considerando a área de telecomunicações, o novo ministro das comunicações terá como principais projetos:

  • Regulamentar a nova lei das telecomunicações
  • Tentar fazer leilão da tecnologia 5G
  • Tocar as privatizações das empresas estatais como os Correios

Governo brasileiro é pressionado pelos EUA sobre compra de estrutura para tecnologia 5G

Sobre o assunto de leilão da tecnologia 5G, esta é uma negociação que envolve questões diplomáticas com a China e os Estados Unidos. Isso porque o presidente americano Donald Trump vem pressionando o governo brasileiro a não permitir que operadoras de telefonia móvel que participem do leilão, comprem a infraestrutura da gigante chinesa Huawei.

Em resumo, o argumento de Trump é que existe um risco de espionagem industrial, visto que a tecnologia 5G será utilizada em sistemas tecnológicos, inclusive alguns sistemas essenciais para a segurança do país. Contudo, o governo Chinês nega estas acusações.

Ainda sobre este assunto, executivos de operadoras brasileiras dizem que excluir a Huawei como fornecedora seria uma decisão que encareceria a tecnologia no Brasil. Essa fala leva em consideração que os componentes fornecidos pela empresa chinesa são muito mais baratos do que aqueles fornecidos pelas concorrentes: Ericsson e Nokia.

Novo ministro das comunicações será responsável por colocar projeto de privatização dos Correios em prática

Finalmente, o último grande desafio do novo ministro das comunicações será tocar privatizações de empresas estatais como os Correios. Em outra oportunidade, Bolsonaro já tinha colocado a privatização do serviço como uma prioridade. Contudo, ainda existem dificuldades para fazer o projeto acontecer.

As informações são da CNN Brasil.

Enfim, gostou da matéria?

Então, nos siga no canal do YouTube, em nossas redes sociais como o Facebook, Twitter e Instagram. Assim acompanhará tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais,  empréstimos e matérias relacionadas ao mundo de fintechs.

Imagem: Jo Galvao via shutterstock

Jessica Thomehttps://seucreditodigital.com.br/author/jessica/
Redatora e produtora de conteúdo, apaixonada por conhecer o mundo e uma boa conversa.
- Publicidade -

Mais Populares

Caixa e Bradesco oferecem empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa

Embora possa parecer estranho, tanto a Caixa como o Bradesco possuem empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa. Infelizmente, existem situações em que os...

Receita Federal assina acordo com governo para identificar mais fraudes no auxílio emergencial

Receita Federal assinou um acordo com o governo em que visa identificar mais fraudes no auxílio emergencial. Na semana passada, mais precisamente na quinta-feira...

Como solicitar crédito do Pronampe para micro e pequenas empresas

As micro e pequenas empresas precisam de crédito urgente durante a crise causada pelo novo coronavírus. Somente através das linhas de crédito do Programa...

Novo pagamento do FGTS Emergencial de até R$ 1045 será creditado na segunda

Será creditado nas contas dos trabalhadores, nesta próxima segunda-feira (13), um novo pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os trabalhadores...
- Publicidade -