Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Novo pagamento de R$ 750 do Caixa Tem para este grupo, confira!

Confira o novo pagamento de R$ 750 pelo Caixa Tem para beneficiários do Bolsa Família afetados pelas enchentes no RS.

Diante das recentes enchentes que assolaram diversas cidades do Rio Grande do Sul, o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) anunciou um auxílio emergencial de R$ 750 para beneficiários do Bolsa Família, disponível por meio do aplicativo Caixa Tem (Android e iOS).

Essa medida excepcional visa mitigar o impacto financeiro nas famílias afetadas, oferecendo um suporte imediato às pessoas em condições vulneráveis diante de situações de calamidade pública.

Como funcionará o novo pagamento no Caixa Tem?

Imagem: CAIXA

A partir do dia 17 de maio, todos os beneficiários do Bolsa Família no estado gaúcho poderão acessar o novo benefício.

A grande vantagem anunciada pelo governo é que o saque poderá ser realizado independentemente do número do NIS (Número de Identificação Social), o que promete agilizar a distribuição dos fundos neste momento crítico.

Veja também:

Prevent Senior entra em crise novamente; saiba mais

Entendendo os Benefícios do Bolsa Família

O Bolsa Família, tradicionalmente, oferece várias categorias de auxílio às famílias inseridas no programa. Além do benefício básico mensal de R$ 600, existem adicionais que podem ser compreendidos através de várias faixas etárias e necessidades específicas das famílias beneficiadas:

  1. Benefício Primeira Infância (BPI): Concede R$ 150 mensais para famílias com crianças até seis anos de idade;
  2. Benefício Variável Familiar (BVF): Aporte de R$ 50 destinado a famílias com crianças entre sete anos e adolescentes até 18 anos, além de gestantes e nutrizes;
  3. Benefício de Renda de Cidadania (BRC): R$ 142 por membro da unidade familiar, fortalecendo a assistência por indivíduo;
  4. Benefício Complementar (BCO): Ajuda complementar para as famílias cuja soma dos benefícios regulares não alcança o valor de R$ 600;
  5. Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN): Suplemento mensal de R$ 50 para cada mulher com até sete meses de gravidez dentro da família;
  6. Benefício Extraordinário de Transição (BET): Mantém a garantia de que nenhum beneficiário receba menos do que o definido em programas anteriores, vigente até maio de 2025.

Imagem: Alison Nunes Calazans / Shutterstock.com