Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Pé-de-Meia: confira como consultar benefício por meio do aplicativo

Pé-de-Meia: passo a passo para consultar saldo e movimentações no app Jornada do Estudante. Confira dicas e funcionalidades do app

O programa Pé-de-Meia do Governo Federal, que visa auxiliar estudantes de baixa renda na conclusão do ensino médio, agora está disponível para consulta no aplicativo Jornada do Estudante. Assim, através do app, os alunos podem acompanhar o saldo de suas contas, verificar as movimentações financeiras e ter acesso a diversas outras informações importantes.

O calendário de pagamentos do Pé de Meia começou no dia 26 de março, e os depósitos ocorrem conforme o mês de nascimento do estudante. Assim, todos os pagamentos ocorrem via conta poupança no Caixa Tem (disponível para Android e iOS), garantindo facilidade e segurança no acesso aos benefícios.

Veja também:

Suspensão de pagamentos do INSS: entenda os motivos e como evitar

Como utilizar o aplicativo para consultar o Pé-de-Meia

Portanto, confira como utilizar o aplicativo Jornada do Estudante para consultar os pagamentos do Pé-de-Meia:

  • Baixar o aplicativo Jornada do Estudante (disponível para Android e iOS);
  • Fazer o login utilizando seu CPF e a senha da conta Gov.BR;
  • Na tela inicial do app, clicar na aba “Financeiro”;
  • No menu “Financeiro”, escolher a opção “Pé-de-Meia” para visualizar suas informações;
  • Enfim, na tela do Pé-de-Meia, você terá acesso ao seu saldo atual, extrato de movimentações, histórico de pagamentos e outras informações relevantes.
Poupança do programa Pé-de-Meia.
Imagem: Sidney de Almeida / shutterstock.com

Benefícios do programa social

Por fim, confira quais os benefícios que fazem parte do Pé-de-Meia:

  • Incentivo Matrícula: Uma parcela de R$ 200 para alunos do ensino médio público;
  • Incentivo Frequência: nove parcelas de R$ 200, para estudantes com pelo menos 80% de frequência;
  • Incentivo Conclusão: bônus de R$ 1.000 ao final de cada ano letivo para aqueles que concluírem com aprovação;
  • Incentivo Enem: benefício extra de R$ 200 para alunos do último ano que participarem do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

Enfim, podem ser elegíveis para o programa alunos entre 14 e 24 anos, matriculados em escolas públicas e vinculados ao Bolsa Família, com cadastro atual no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Imagem: Sidney de Almeida / shutterstock.com