Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Pé-de-Meia: estudantes com filhos podem se beneficiar do programa

Estudantes com filhos podem se beneficiar do programa Pé-de-Meia, que oferece apoio financeiro mensal aos alunos. Entenda!

O governo brasileiro, por meio do Ministério da Educação (MEC), lançou o Programa Pé-de-Meia com o intuito de fomentar a permanência dos jovens nas escolas, combatendo assim a evasão escolar. A abrangência do programa é notável, pois ele se estende não apenas aos estudantes sem filhos, mas também é acessível para aqueles que são pais.

Dessa forma, saiba mais informações sobre os critérios para participação e os benefícios oferecidos a essas pessoas. Continue a leitura!

Quais são os benefícios diretos do Programa Pé-de-Meia?

Seis alunos com cadernos na mão e sorrindo representando o programa pé-de-meia
Imagem: razen zigic / shutterstock.com

O Programa Pé-de-Meia funciona da seguinte forma: começando pela fase de matrícula, os participantes recebem um incentivo inicial de R$ 200. Em seguida, recebem pagamentos mensais de igual valor durante o período escolar. Além disso, um montante significativo de até R$ 9,2 mil é esperado ao fim do ensino médio.

Ademais, a elegibilidade para o programa requer que o aluno tenha entre 14 e 24 anos e esteja matriculado no ensino médio em uma escola pública. O beneficiário deve ter inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), com sua família também registrada no Programa Bolsa Família.

Aliás, a verificação se dá por meio do aplicativo Jornada do Estudante (Android, iOS). Os interessados devem criar uma conta no site Gov.br e consultar se houve a aprovação para receber os benefícios.

Onde e como utilizar os recursos do programa?

Os recursos do Pé-de-Meia podem ser utilizados de diversas maneiras. Os beneficiários têm liberdade para investir em educação técnica e cursos de idiomas, ou mesmo usar o dinheiro para ajudar nas despesas domésticas.

Ao final do ensino médio, o saldo acumulado pode servir como um incentivo para iniciar um pequeno negócio, investir em ensino superior ou outras iniciativas que garantam um futuro promissor.

Por fim, com essa iniciativa, o MEC visa formar uma geração bem preparada, capacitada e pronta para integrar o mercado de trabalho de forma competitiva e inovadora.

Imagem: razen zigic / shutterstock.com