Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Pesquisa indica que quase 700 mil vagas temporárias devem abrir ainda esse ano

Confira a expectativa a respeito das vagas temporárias para o segundo semestre de 2022 e saiba quais os setores de maior destaque.

Com o fim do ano se aproximando, mais de 680 mil vagas temporárias deverão ser abertas. Essa previsão foi feita pela Asserten (Associação Brasileira do Temporário) na última quinta-feira (13). 

Desse modo, segundo a entidade, que atua pela regulamentação do modelo de trabalho no Brasil, o movimento deve ser puxado pelas datas que agitam o . Ou seja, a Black Friday, Natal e Ano Novo. 

Vagas ao longo do ano 

Primeiramente, de acordo com a associação, o primeiro semestre de 2022 sofreu uma retração de 4,6% se comparado aos primeiros seis meses de 2021. Em contrapartida, o segundo semestre irá surpreender. 

“Está respondendo acima das nossas expectativas. Com destaque para o movimento acelerado do , tanto de lazer quanto de ”, afirma Marcos de Abreu, da Assertten. 

Setor de

Vale mencionar que o setor de Serviços terá destaque no trimestre, segundo a entidade. Portanto, o destaque principal vai para:

  • Casas de esportivos; 
  • Festivais;  
  • Shows;
  • Hotéis; 
  • Feiras gastronômicas, 
  • Cinemas; 
  • Casas noturnas; 
  • Bares. 

Isso acontecerá porque durante a pandemia de Covid-19, a maioria desses estabelecimentos precisou demitir seus funcionários. 

“Esse setor está muito prejudicado, mas agora possui incentivo do Perse ( Emergencial de Retomada do Setor de Eventos), instituído pela Lei nº 14.148/2021. Assim, com as festas de final de ano, a tendência é aumentar a contratação de temporários”, afirmou Abreu. 

Além do setor de Serviços, a indústria também segue liderando as contratações com 55%, seguida pelo Comércio 15%. 

Expectativas 

No que diz respeito às expectativas, Abreu destaca que esses números tratam-se de e que existem fatores que podem ameaçar o aumento das contratações. Exemplo disso é o La Niña (evento climático que faz com que as temperaturas fiquem abaixo da média), que pode impactar a produção de grãos na Indústria Alimentícia.

Além desse fator, há, ainda, a questão do que vem diminuindo. Contudo, com a estabilização ou elevação da moeda, as contratações temporárias podem aumentar, visando o incentivo às exportações.  

Imagem: fizkes/shutterstock.com