Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Qual é a diferença entre pirâmide financeira e marketing multinível?

Enquanto a pirâmide financeira é uma prática ilegal, e considerado um crime, o marketing multinível, ou de rede, é permitido no Brasil

0

A pirâmide financeira é um modelo comercial não sustentável, que se caracteriza como uma fraude e muitas vezes mascarado sob sistema de “marketing multinível”. Em suma, a prática de pirâmide financeira é proibida no Brasil, e se configura como crime contra a economia popular. Mas afinal, qual a diferença entre a pirâmide financeira e o marketing multinível. 

Qual é a diferença entre pirâmide financeira e marketing multinível?

Em suma, é necessário entender que há diferença entre a pirâmide financeira e o marketing multinível, ou de rede, que é uma prática legal. Esse já é um grande diferencial: enquanto a pirâmide financeira é ilegal, o marketing multinível é permitido. 

As pirâmides prometem ganhos rápidos de dinheiro, com pouco ou nenhum esforço. O foco para sustentar o negócio não é a venda de um produto ou serviço. E sim, a inclusão de novas pessoas no esquema, que precisam fazer um investimento inicial. 

Seja membro

Dessa forma, isso se torna possível porque muitas empresas que aplicam esse golpe, usam a estrutura comercial de um negócio autêntico e legal. Inclusive, devem ter toda a documentação e registro como uma empresa legalizada de marketing multinível. Entretanto, no fim das contas, essas empresas tem um sistema que não se sustenta, que favorece poucos, e prejudica muitos.

Enquanto o sistema recebe novos participantes, dispostos a investir, a pirâmide segue firme. Entretanto, quando o sistema para de receber novos integrantes, ele começa a falir. E ai, o negócio deixa de ser legal, e passa a mostrar a sua verdadeira face, além de prejudicar os participantes. 

Já o marketing multinível é uma forma legal de remunerar a força de vendas. Seja pelas suas vendas pessoais, seja pelas vendas feitas pelos membros da sua equipe. Dessa forma, os profissionais ganham o lucro das vendas pessoais, além de uma participação do volume total de vendas realizadas.

Assim, se a empresa faz o marketing de rede, mas têm um patrimônio líquido de garantia real que sustenta a operação, ao invés de usar os clientes novos para pagar os antigos, ação não é uma pirâmide financeira. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal  do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Gajus / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.