Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Polícia Federal analisa fraudes em 5 mil benefícios do Auxílio Emergencial

A operação "Voitheia II" da Polícia Federal, vai cumprir 4 mandados de prisão preventiva.

0

Na manhã dessa quinta-feira (05), a Polícia Federal (PF) deu início a uma operação. A intenção é agir contra um grupo que é suspeito de realizar fraudes através do auxílio emergencial. As ações da PF ocorrem nos estados do Rio de Janeiro, de Santa Catarina e de Minas Gerais.

Polícia Federal analisa fraudes em 5 mil benefícios 

A operação “Voitheia II”, vai cumprir com 4 mandados de prisão preventiva. Além disso, há 22 mandados de busca e de apreensão. A emissão dos mandados ocorreu por meio da 10ª Vara Federal Criminal do RJ. Além disso, a Polícia Federal vai cumprir uma determinação de sequestro dos bens dos investigados. O nome Voitheia é um termo grego, que significa auxílio.

De acordo com a Polícia Federal, cerca de 5 mil benefícios do Auxílio Emergencial sofreram com a fraude dos criminosos. Além disso, na 1ª fase da operação, que ocorreu em abril de 2021, a PF prendeu 4 pessoas em flagrante. Em suma, a Polícia Federal identificou que o grupo promovia as fraudes via internet. Ou seja, eles faziam os saques dos valores do benefício, e assim, faziam vítimas em todo o Brasil. Ao todo, os agentes realizaram 5 mandados de busca e apreensão.

Seja membro

Segundo a Polícia Federal, os trabalhos resultam da EIAFAE (Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial). Dessa estratégia, participam a Polícia Federal, o Ministério Público Federal, e o Ministério da Cidadania. Além disso, a Caixa, a Receita Federal, a Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União também participam.

Por fim, em nota, a Polícia Federal afirma que “Os objetivos da atuação interinstitucional são a identificação de fraudes massivas. E a desarticulação de organizações criminosas, com a responsabilização de seus integrantes. Além da recuperação aos cofres públicos do valores pagos indevidamente”.

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: rafapress / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.