Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Porto Seguro compra fintech Atar para criar conta digital

Saiba o que vai acontecer com essa aquisição.

0

Na última segunda-feira (04), a Porto Seguro anunciou a compra de 74,6% da Atar, fintech que cria soluções de BaaS e de infraestrutura bancária. O valor da compra, no entanto, não foi informado. De acordo com a seguradora, a compra reforça a estratégia para consolidar a participação da companhia em serviços financeiros. E não é por menos: o Open Banking está chegando aí.

Banco Modal compra plataforma de meios de pagamento para expandir serviços

Porto Seguro compra fintech Atar para criar conta digital

Em suma, a Porto Seguro já oferta diversos produtos financeiros. Além de cartões de crédito, a empresa oferece financiamento de veículos, empréstimos, consórcios, gestão de investimentos e previdência privada.

Com a compra da Atar, a seguradora pode complementar o portfólio da Porto. Como? Por meio de uma conta digital. Ademais, a Porto vai ter uma plataforma para criar novas soluções financeiras digitais para empresas de vários setores.

Sendo assim, a Atar vai seguir como uma empresa independente e com sede em Santa Catarina. Inclusive, com alguns sócios seguindo no comando. A seguradora também vai aportar um valor adicional para o desenvolvimento de novos serviços e para a ampliação da plataforma de soluções de pagamento da Atar.

No caso da Porto, a compra de parte da Atar é o segundo deal do Fundo de Investimento em Participações Porto Ventures. Ele foi criado para comprar fatias de empresas que podem ajudar a seguradora a aumentar a sua atuação no mercado em que está e em novos. A 1ª aquisição neste sentido foi de 75,67% da Segfy, empresa que oferta soluções e tecnologias para corretores e corretoras de seguros.

Sobre a Atar

A fintech Atar foi criada em 2014, na cidade de Timbó, a 180 km de capital Florianópolis (SC), por Orlando Purim Junior, e Mike Allan Pellin. A Atar foi a primeira fintech do mercado de wearables. Ou seja, ela surgiu antes dos pagamentos por aproximação ganharem força – fato esse que ocorreu por conta da pandemia e a necessidade de distanciamento.

Com o tempo, a Atar percebeu a necessidade de empresas pela solução de banking. A partir disso, nasceu o braço B2B da empresa. De acordo com o CEO da Atar B2B, Orlando Purim Jr., disse ao Finsiders em novembro de 2020, que o negócio é uma “fábrica de fintechs”, que tinha uma carteira de 20 clientes na ocasião, entre eles, Spin Pay e Sicredi.

A fintech ainda tem uma plataforma que possibilita criar wallets, assim como contas com o número bancário, em parceria com o Banco Topázio. A startup também realiza a emissão de cartões Mastercard e Elo, e é homologada no Pix como participante indireto.

Enfim, quer saber mais sobre tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: site da Atar B2B.

Este website usa cookies para melhorar sua experiência. Aceitar

Fechar