Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Perda de renda reduz movimentação das contas bancárias no Brasil

Apesar do aumento do número de contas bancárias, o volume de dinheiro movimentado caiu.

0

Apesar da crise da covid-19, o Brasil elevou o número de cidadãos quem possuem contas bancárias. Sendo assim, de janeiro de 2020 a junho de 2021, 38 milhões de brasileiros abriram a sua 1ª conta bancária, em especial por conta do Auxílio Emergencial. Além disso, o lançamento do Pix e o crescimento das fintechs também estimularam essa alta. No entanto, com a perda de renda da população na crise, tais números não representaram um avanço real em inclusão financeira.

Banqi pretende liberar R$ 300 milhões em crédito até o fim do ano para clientes desbancarizados e negativados

Perda de renda reduz movimentação das contas bancárias no Brasil

De acordo com uma pesquisa feita em janeiro pelo Instituto Locomotiva, 11% dos bancarizados não movimentaram a conta em dezembro de 2020. E isso representa um total de 17,7 milhões de brasileiros. Em outubro de 2019, antes da pandemia, os dados dos 6 meses anteriores apontavam que uma média de 7,5 milhões de bancarizados que não movimentavam a conta a cada mês.

Em suma, o contexto econômico justifica em parte essa situação. A consultoria IDados, com base nos indicadores da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), mostra que a renda do trabalhador é a menor desde 2017.

Ademais, o Ibre/FGV estima que o PIB per capita vai crescer 4,1% em 2021. Dessa forma, o brasileiro vai terminar o ano ainda 0,9% mais pobre na comparação com 2019, e 7,5% abaixo da máxima histórica de 2013.

De acordo com Renato Meirelles, presidente do Instituto Locomotiva, se o banco não ofertar facilidades suficientes aos clientes para estimulá-los a movimentar a conta, eles podem preferir não movimentá-la. Ou ainda, podem simplesmente sacar todo dinheiro para obter benefícios com o dinheiro vivo, em especial, em período de crise.

Por fim, Meirelles diz que “as pessoas confundem bancarização com ter um lugar para fazer saque ou depósito. Bancarização tem que ser colocar à disposição das pessoas uma gama de serviços financeiros que possam fazer diferença na vida delas”.

Enfim, quer saber mais sobre tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Kaspars Grinvalds / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.