Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Termina nesta sexta (27), o prazo para contestar o Auxílio Emergencial

O cidadão com o auxílio emergencial negado pode contestar o resultado no site da Dataprev. Confira

0

O Ministério da Cidadania disponibilizou um novo prazo para contestação do Auxílio Emergencial 2021, no mês de agosto. De acordo com o órgão, para quem teve a 5ª parcela do Auxílio negada em agosto, tem o prazo para pedir a contestação do resultado, que termina nesta sexta (27).

Senado aprova NOVO auxílio de até R$ 3 mil; veja quem pode receber

Termina nesta sexta (27), o prazo para contestar o Auxílio Emergencial

Quem foi aprovado na última revisão mensal do benefício, vai ganhar todas as parcelas retroativas a que tem direito, conforme o calendário do Auxílio Emergencial em agosto. Já as parcelas 6 e 7 devem cair na conta dos trabalhadores conforme o calendário da extensão do benefício. 

Durante o mês de agosto, o governo está liberando a 5ª parcela do Auxílio Emergencial para 39 milhões de famílias brasileiras. O depósito começou no dia 18 de agosto para quem faz parte do programa Bolsa Família. Já aos demais beneficiários, trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único, o pagamento iniciou na sexta-feira (20). 

Em suma, o cidadão com o auxílio negado depois da revisão cadastral feita em agosto, pode contestar o resultado no site da Dataprev. Depois de preencher o número do CPF, o nome completo e a data de nascimento, o cidadão pode consultar a situação do benefício. Também é possível ver o porquê do cancelamento do pagamento. 

Se a contestação do auxílio cancelado estiver disponível, o portal vai exibir o botão “Contestação do resultado”. Vale ressaltar que o Ministério da Cidadania disse que não são todos os pedidos de análise que são passíveis de contestação. Dessa forma, mesmo que você solicite a revisão, é há garantias de que você vai receber o auxílio. 

Por fim, em alguns casos, a renda da pessoa está acima do limite definido pelas regras do auxílio emergencial. Ou ainda, por vezes o cidadão consegue um emprego de carteira assinada, depois de ser aprovado para ganhar o benefício. Nesses casos, o sistema não permite fazer uma contestação do benefício. 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal  do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Brenda Rocha – Blossom / shutterstock.com

Seja membro

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.