Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Preço médio de imóveis aumenta 35,6% no primeiro semestre, diz FipeZap

Preço médio dos imóveis no Brasil sobe 3,56% no primeiro semestre de 2024, superando inflação. Descubra mais sobre esse aumento!

O setor imobiliário brasileiro apresentou um crescimento moderado no mês de junho de 2024, com um aumento médio de 0,61% nos preços anunciados dos imóveis residenciais. Este crescimento, ainda que positivo, representa uma desaceleração comparativa ao mês anterior, em que os preços já haviam aumentado em 0,74%.

Sendo assim, esses números fazem parte do Índice FipeZap, que se baseia nos valores de listagem em classificados de 50 cidades no Brasil. Continue a leitura para mais informações!

Quais cidades lideraram o aumento nos preços dos imóveis?

Imagem de uma gráfico de algo ao lado de imóveis em miniatura e um pote de moedas.
Imagem: Tinnakorn jorruang / shutterstock.com

Embora a elevação dos preços de junho seja menor do que a de maio, o primeiro semestre de 2024 fechou com uma ascensão de 3,56% nos preços dos imóveis residenciais. Olhando o panorama de um ano, de julho de 2023 até junho de 2024, a valorização foi ainda mais significativa, chegando a 6,17%.

Logo, o valor é bastante superior às previsões de inflação para os períodos, que foram de 2,67% e 4,41%, respectivamente. Em junho de 2024, dos 16 principais mercados imobiliários do país acompanhados pelo Índice FipeZap, 12 capitais demonstraram um aumento nos valores médios anunciantes. Portanto, as elevações ocorreram em nas seguintes cidades:

  • João Pessoa (1,55%);
  • Salvador (1,54%);
  • Curitiba (1,46%);
  • Maceió (1,14%);
  • Belo Horizonte (1,00%);
  • Fortaleza (0,83%);
  • Goiânia (0,78%);
  • Florianópolis (0,71%);
  • São Paulo (0,69%);
  • Vitória (0,33%);
  • Rio de Janeiro (0,24%);
  • Brasília (0,01%).

Saiba mais sobre os resultados do levantamento

Por outro lado, apesar das subidas no preço dos imóveis em diversas capitais, houve queda nas cidades de Campo Grande (-1,06%), Manaus (-0,09%), Recife (-0,03%) e Porto Alegre (-0,14%).

Veja também:

Méliuz e Carrefour fecham parceria e clientes ganham 9% de cashback; corre para aproveitar

Aliás, com esses resultados, o preço médio anunciado de imóveis no país atingiu R$ 9.020 por metro quadrado. Em São Paulo, o valor foi de R$ 11.011/m², e no Rio de Janeiro, R$ 10.101/m². Balneário Camboriú (SC) registrou o metro quadrado mais valorizado, alcançando R$ 13.259.

Imagem: Tinnakorn jorruang / shutterstock.com