Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Programa ‘de Volta para Casa’ de Lula já ajudou MILHARES de brasileiros; veja como funciona

Este programa do Governo já ajudou milhares e agora irá ganhar um investimento de R$ 414 milhões até 2024; Veja quem pode recebe auxílio do programa

Criado durante a primeira gestão do presidente Lula, o Programa ‘de Volta para Casa’ tem como meta auxiliar na reabilitação psicossocial de pessoas com transtornos mentais e com longo histórico de internações. Por meio de um auxílio-reabilitação psicossocial no valor de R$ 500, o programa busca a reinserção social dessas pessoas.

Ao longo de duas décadas, o programa atendeu mais de 8 mil indivíduos. A boa notícia é que, neste ano, o Ministério da Saúde ampliou o orçamento da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) em R$ 200 milhões. Neste artigo, vamos apresentar como funciona o programa.

Conheça o Programa ‘De Volta para Casa’

O ‘De Volta para Casa’ busca melhorar a assistência na rede de saúde mental do SUS em todo o Brasil. Com isso, a garantia de cuidado integral, humanizado e em liberdade, a reinserção psicossocial e a preservação dos direitos humanos estão entre as suas ações prioritárias.

Além disso, até julho de 2024 serão repassados R$ 414 milhões adicionais para os estados, municípios e o Distrito Federal. Ao todo, o aumento de orçamento da rede é de 27%. Com esse incremento, o ministério busca aumentar o número de novos beneficiários do Programa ‘De Volta para Casa’.

Para a ministra da Saúde, Nísia Trindade, ainda que a importância da saúde mental tenha ganhado relevância durante a pandemia, a necessidade de cuidado ultrapassa as barreiras do tempo.

Também tem muito a ver com a solidão na qual as pessoas vivem, com o individualismo crescente, que muitas vezes se manifesta na dificuldade de interação social. Desde 2016 não havia nenhum reforço de custeio, então dedicamos aumento imediato de recursos para a rede.

Nísia Trindade

Quem pode participar?

Os candidatos ao programa são pessoas com transtornos mentais que passaram dois anos ou mais internados de forma ininterrupta em hospitais psiquiátricos ou de custódia. Além disso, a iniciativa visa ajudar pessoas que apresentam condições clínicas e sociais para serem reintegradas à sociedade.

O ‘De Volta para Casa’ também abarca pessoas inseridas em moradias caracterizadas como serviços residenciais terapêuticos ou egressas de Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico. No entanto, nesse caso, é obrigatório comprovar a necessidade de reinserção social através de decisão judicial.

Imagem: Ricardo Stuckert / Presidência da República