Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Quais são os golpes mais comuns utilizando o nome do INSS?

Proteja-se contra os golpes mais comuns do INSS com estas dicas úteis e evite fraudes financeiras e prejuízos!

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é alvo frequente de golpes, deixando muitos brasileiros vulneráveis a fraudes e prejuízos financeiros. Sendo assim, é preciso proteger-se contra essas armadilhas, garantindo a segurança de seus benefícios previdenciários.

Dessa forma, saiba mais informações sobre as fraudes mais comuns que envolvem o nome do órgão previdenciário para que seja possível identificá-los e evitá-los. Continue a leitura!

Conheça os golpes que envolvem o nome do INSS

Imagem de um homem branco com roupas pretas, gorro e máscara nos olhos, como um criminoso, ao lado do logo da Previdência Social
Imagem: Sergey Mironov / shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

Dito isso, confira abaixo quais são os métodos mais utilizados pelos criminosos para aplicar golpes em segurados do INSS.

Ligação do INSS

Golpistas ligam se passando por servidores do INSS, solicitando informações e documentos pessoais sob o pretexto de remarcação de perícias ou esclarecimento de exigências pendentes.

Promessa de valores atrasados

Estelionatários entram em contato alegando que o segurado tem valores atrasados a receber da Previdência, porém, solicitam o pagamento de uma “taxa” para liberar os supostos valores, pedindo depósito em conta bancária.

Golpe do benefício bloqueado

Criminosos informam que o benefício do segurado está bloqueado e solicitam a confirmação de informações pessoais para o desbloqueio, com o objetivo de usar os dados para realizar compras ou pedidos de empréstimos em nome da vítima.

Promessa de aumento do benefício

Falsos advogados prometem aumentar o valor do benefício por meio de ações judiciais de revisão de aposentadoria, pedindo pagamento adiantado pelos serviços, mesmo em situações onde não há possibilidade legal de aumento.

Golpistas enviam links falsos por mensagem de texto ou WhatsApp, fingindo serem do banco do segurado, solicitando atualização de dados cadastrais ou informando pendências no CPF, com o intuito de capturar informações pessoais e bancárias da vítima.

Táticas adicionais de proteção contra golpes

Além de todas as dicas já mencionadas, uma medida é sempre verificar constantemente suas correspondências pelo site “Meu INSS”, acessível também via aplicativo (Android, iOS). Essa ferramenta facilita o acompanhamento de seus requerimentos e permite confirmar qualquer informação diretamente com o INSS, mantendo a interação segura e transparente.

Veja também:

CGU emite comunicado sobre seguro-desemprego negado; confira

Por fim, outra dica importante é sempre desconfiar de ofertas que parecem “boas demais para ser verdade”. Promessas de aposentadorias mais altas ou de liberação rápida de benefícios, geralmente acabam sendo armadilhas de golpistas procurando por esquemas para cobrar taxas ilegais.

Imagem: Sergey Mironov / shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital