Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Quantas contas de luz posso sem ficar antes de ser cortada? Confira aqui!

Evite o corte de energia por inadimplência seguindo essas dicas! Aprenda a manter suas contas em dia e descubra seus direitos.

Você já se perguntou até quando pode atrasar o pagamento da conta de luz sem que o fornecimento seja cortado? A legislação brasileira estabelece regras específicas para o corte de energia por falta de pagamento, garantindo que os consumidores não sejam pegos de surpresa. Descubra mais detalhes e o que fazer para evitar essa situação.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), as distribuidoras só podem interromper o fornecimento após 15 dias da notificação por atraso. Isso dá tempo ao consumidor para regularizar sua situação. Mas atenção, não existe um número mínimo de faturas pendentes para que ocorra o corte, ou seja, qualquer fatura em atraso já é motivo para suspensão, desde que respeitado o prazo de notificação.

Como funciona o corte de luz e o que diz a lei?

Se você não efetuar o pagamento dentro dos 15 dias após a notificação, a distribuidora pode efetuar o corte. Entretanto, a lei também limita que o corte só pode ser efetuado em dias úteis e durante horários comerciais, entre 8h e 18h, para não causar maiores transtornos.

Lâmpada, caneta, calculadora e duas moedas sobre uma conta de luz.
Imagem: Renata Photography / Shutterstock.com

Importante ressaltar que a distribuidora possui um prazo de até 90 dias após o vencimento da conta para realizar o corte, a menos que um acordo ou uma decisão judicial determine outra condição. Ademais, uma única conta de luz em atraso já pode ser considerada motivo para corte se não regularizada após a notificação. A recomendação é manter sempre seus pagamentos em dia e verificar se todas as faturas anteriores foram devidamente quitadas.

Como regularizar sua situação e evitar o corte?

  • Acesse o site ou aplicativo da sua distribuidora de energia e verifique se há faturas em aberto.
  • Gere o boleto atualizado para pagamento, já com os encargos por atraso calculados.
  • Pague imediatamente o boleto para evitar que o corte seja efetuado.
  • Se possível, cadastre-se em débito automático ou utilize lembretes mensais para evitar novos atrasos.

Assim, após a regularização das faturas em atraso, o serviço de energia elétrica deve ser restabelecido em até 24 horas para centros urbanos e até 48 horas em áreas rurais. Isso depende da eficiência da distribuidora e do acesso à localidade em questão.

Veja também:

Elon Musk compartilha vídeo de Gisele Bündchen e anuncia que vai doar ao RS

Lembre-se que manter as contas de luz em dia não apenas evita o corte de energia, mas também ajuda a manter seu nome limpo no mercado, evitando restrições em seu CPF. Dessa forma, atrasos frequentes podem levar a uma piora na sua pontuação de crédito. Fazendo com que futuros financiamentos e compras a prazo tenham taxas de juro mais elevadas.

Imagem: Lysenko Andrii / shutterstock.com