Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Redução na fila do INSS: número de requerimentos cai para 1,5 milhão

A redução da fila do INSS para a liberação dos benefícios assistenciais e previdenciários é um dos objetivos da atual gestão. Veja!

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) informou que o estoque de pedidos, a fila de espera, caiu para 1.545.376 de requerimentos em dezembro de 2023, uma redução significativa em relação ao total de 1.794.449 pedidos registrados em junho do mesmo ano. 

Diante dessa realidade, entre esses requerimentos, 1.007.051 são de benefícios previdenciários e assistenciais e 538.325 são relacionados à incapacidade temporária de trabalho.

Vale destacar que a redução na fila de espera do INSS e no tempo médio de concessão dos benefícios é um avanço significativo para o instituto e para os segurados, que dependem desses benefícios em momentos de vulnerabilidade. 

Tempo médio de espera e fila do INSS diminuem

Além da redução da fila, o INSS também reportou uma considerável redução no tempo médio de espera para análise dos requerimentos. Em dezembro de 2022, o prazo era de 79 dias, enquanto em dezembro de 2023, este prazo caiu para 47 dias. 

Além disso, quase 53% dos pedidos de benefícios estavam dentro do período estipulado por lei de até 45 dias, sem o pagamento de correção monetária pelo atraso na concessão por parte da autarquia.

A imagem mostra pessoas em fila e ao lado o símbolo da previdência social.
Imagem: Vietnam Stock Images shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital

Concessões dos benefícios

De acordo com os dados oficiais, em dezembro de 2023 o número de requerimentos chegou a 993.855 benefícios, dos quais 52%,  totalizando 510.141, tiveram a concessão. Entre os benefícios concedidos, a maior parte era referente a auxílios por incapacidade temporária (perícia médica) (47,1%). Já as aposentadorias por idade representaram 14,1% das concessões, seguidas por salários-maternidade (10,7%) e pensões por morte (6,2%).

Veja também:

Leilão da Receita Federal oferece carro por apenas R$ 15 mil; confira

Dessa forma, o INSS encerrou o ano de 2023 com um total de 39.302.547 benefícios pagos. Em um montante de R$ 71,9 bilhões por mês, o que representa um valor de R$ 841,7 bilhões liberados ao longo de todo o ano. O número estimado de trabalhadores da ativa contribuindo para o Regime Geral de Previdência Social (RGPS) é de 54,9 milhões de pessoas.

Imagem: Vietnam Stock Images shutterstock.com – Edição: Seu Crédito Digital