Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Dá para resgatar o seguro de vida mesmo sem ter morrido?

Saiba mais sobre as possibilidades de resgate de valores do seguro de vida.

0
Conversar sobre morte não é um assunto fácil, afinal muitas pessoas não se sentem tranquilas para falar sobre isso. De acordo com o Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil (Sincep), cerca de 68% dos brasileiros têm dificuldade de falar sobre a morte. Ademais, 48,6% não se consideram prontos para lidar com a morte de outra pessoa. E o seguro de vida acaba sendo associado à morte.
No entanto, ele não serve apenas para os casos de falecimento do titular. Você pode também usar o seguro estando ainda vivo, conforme a seguradora e o produto contratado. Abaixo, veja algumas situações em que o segurado pode resgatar o seu plano.

 

next lança Seguro de Vida a partir de R$ 8,90 ao mês com ampla cobertura

Sobre o seguro de vida

Para ter acesso ao seguro de vida, é necessário pagar um valor mensal ou anual para a seguradora. Ao deixar de pagar, você perde o direito à cobertura. Vale ressaltar que o valor depende do perfil de risco do titular e da cobertura escolhida.

Quando um dos sinistros para os quais você tem cobertura se torna realidade, então é possível acionar o seguro. Sendo assim, você deve enviar a documentação que comprove o fato e pedir a indenização. Quem contrata um seguro de vida também precisa escolher quem são as pessoas que devem receber a quantia no caso de sua morte.

Além disso, é necessário ressaltar que muitas das características de um seguro de vida mudam conforme a seguradora e o serviço contratado; assim como mudam as regras para a escolha do beneficiário até a forma como a cobertura é montada. Por fim, é importante dizer que o contrato tem uma data de vencimento. Sendo assim, depois de um certo período, o titular pode escolher renovar 0 seu seguro de vida ou não.

Situações em que dá para resgatar o seguro de vida mesmo sem ter morrido

1 – Invalidez

Se você sofrer um acidente e não conseguir mais trabalhar, o seguro de vida vai disponibilizar uma indenização para ajudar nas despesas. Ou seja, você e os seus beneficiários não devem ficar desamparados e sem renda.

2 – Diária por Incapacidade temporária

Uma Lesão por Esforço Repetitivo (LER), um tratamento de emergência que exige afastamento do trabalho, um motorista de app que se envolve em acidente de trânsito. Enfim, são casos em que a pessoa não pode exercer suas atividades por um período. Nesse caso, a indenização do seguro de vida pode ajudar nas despesas e no sustento da pessoa. Vale destacar que a Diária por Incapacidade Temporária (DIT) não é a indenização em caso de doenças graves, tais como o infarto, o acidente vascular cerebral e o câncer.

3 – Doenças graves

O diagnóstico de uma doença grave sem dúvida é horrível para quem recebe a notícia e toda a sua família. Se for preciso o afastamento do trabalho para o tratamento da enfermidade, o seguro de vida que tem cobertura para doenças graves pode ser acionado. Dessa forma, você pode arcar com os compromissos financeiros assumidos anteriormente.

A lista de doenças que disponibilizam a indenização varia conforme o plano, mas, em geral, as doenças que costumam gerar esse tipo de indenização são:

  • câncer, leucemias e doenças malignas do sistema linfático, como a doença de Hodgkin;
  • infarto agudo do miocárdio;
  • acidente vascular cerebral (AVC);
  • cirurgia de revascularização do miocárdio com implante de pontes vasculares nas artérias coronarianas;
  • alzheimer.

4 – Assistência médica

Pagar para ter um plano de saúde privado é muito caro. Diante disso, algumas coberturas de vida ofertam o atendimento médico por vídeo e voz. Além disso, há a disponibilidade de consulta com profissionais como psicólogos, nutricionistas e assistentes sociais.

5 – Resgate da apólice

O seguro de vida resgatável funciona da mesma forma que um seguro comum. Entretanto, ele também serve como reserva de emergência. Este tipo de produto permite o resgate parcial dos valores pagos de forma antecipada. Sendo assim, quanto mais tempo você ficar com o seguro, maior é o percentual da reserva que você vai poder resgatar em caso de um imprevisto.

6 – Assistência para a casa e carro

Dependendo do seguro de vida, você pode ter direito a reboque e socorro mecânico. Além disso, pode contar com serviços para a casa, como o chaveiro, o eletricista, entre outras assistências.

Enfim, quer saber mais sobre tudo o que acontece no mundo das finanças?

Então nos siga no canal  do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: SewCream / Shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.