Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Caderneta de poupança antiga: como resgatar?

É possível resgatar a caderneta de poupança antiga e, geralmente, não há um tempo limite para isso. Saiba como fazê-lo.

Muitas pessoas já esqueceram uma caderneta de poupança antiga em algum banco e após um tempo relembraram daquele dinheiro. É importante saber que, geralmente, o valor não está perdido. O Banco Central do Brasil permite o resgate do valor e, normalmente, não há um limite de tempo para isso.

O que é a caderneta de poupança?

A caderneta de poupança é a aplicação de investimento mais popular entre os brasileiros, apesar de seu rendimento não ser muito atrativo. Desde 2012, a então presidente do Brasil, Dilma Rousseff, implantou a Lei nº 12.703 e previu algumas mudanças na rentabilidade deste produto financeiro. Veja como ficou:

  • Taxa Selic acima de 8,5% ao ano – rendimento de 0,5% ao mês + TR (Taxa Referencial);
  • Taxa Selic abaixo de 8,5% ao ano – rentabilidade de 70% da Selic + TR (Taxa Referencial).

Mesmo assim, os brasileiros ainda optam pela caderneta de poupança porque ela pode oferecer algumas vantagens. Algumas delas são a isenção de Imposto de renda, a flexibilidade, já que o dinheiro pode ser resgatado a qualquer momento, e a segurança do valor, pois a poupança é protegida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) até o limite de R$ 250 mil.

Resgatar caderneta de poupança antiga

Como já falado, não há um tempo limite de resgate de valor caso haja dinheiro depositado em uma caderneta de poupança antiga. Para saber qual é o montante esquecido e como sacá-lo, é necessário ir até o site do Banco Central do Brasil. Porém, o sistema em que era possível fazer a checagem dos valores está fora do ar desde abril.

O correto é procurar um advogado e entrar com uma ação para a restituição dos valores. Mesmo que o banco já tenha sido fechado, a ação poderá ser feita contra o Banco Central.

A orientação do profissional é quem dirá se os bancos terão de fato a obrigação de devolver o valor depositado na época na caderneta de poupança antiga. Em muitos casos, o dono recebe o valor com correção monetária.

Imagem: New Africa / shutterstock.com