Na última quinta-feira (01), o Banco Santander lançou a portabilidade de maquininhas. Ou seja, um cliente que possua um dispositivo de qualquer outra empresa concorrente, poderá receber as suas vendas através do sistema da Getnet sem precisar comprar outra maquininha. Com isso, abre-se uma nova frente de concorrência.

É provável que você também goste:

Caixa, BB e outros bancos cortam juros do cheque especial.

Nubank, Agibank, Pag! e Banco Inter concorrem ao Prêmio Época Negócios Reclame Aqui.

Santander lança a portabilidade de maquininhas com o sistema da Getnet

Primeiramente, cabe ressaltar que a portabilidade de maquininhas vale somente com os modelos mais simples. Ou seja, aquelas que dependem de um Smartphone para funcionar. Estes modelos são vendidos tradicionalmente para autônomos e microempreendedores individuais – MEI.

O movimento ocorre da mesma forma que aconteceu com os celulares, que eram bloqueados para a utilização com outras operadoras. Com isso, o dispositivo que recebe pagamentos com cartões de débito e crédito também é vinculado à empresa que vendeu ou alugou.

Na tentativa de trazer para Santander uma grande fatia deste mercado, a Getnet desenvolveu um software que é capaz de capturar as vendas com o uso de maquininhas concorrentes, como a Stelo da Cielo, a Minizinha do PagSeguro e a Minipop Credicard do Itaú.

Dessa forma, a troca da empresa é feita pelo aplicativo para Smartphone. Depois de baixar no celular, o cliente deve se cadastrar na Getnet. Feito isso, ele apenas conecta a maquininha de qualquer marca via Bluetooth. A partir disso, basta utilizar o sistema da Getnet para processar as compras.

O Banco Santander estima que das 10 milhões de maquininhas existentes, pelo menos 4 milhões atreladas ao celular estejam em uso no mercado. Com isso, o banco pretende trazer algo em torno de 300 a 400 mil clientes para a Getnet até o final do ano.

A portabilidade ainda poderá ser expandida para maquininhas mais sofisticadas. Entretanto, desde que o cliente tenha comprado o dispositivo. Ainda existem varejistas que alugam o dispositivo.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em nossas redes sociais como o FacebookTwitter Instagram. Para assim continuar acompanhando artigos sobre bancos digitais, cartões de crédito digitais, financiamentos, empréstimos e tudo relacionado ao assunto de fintechs.

Via: Folha Online