Seu Crédito Digital
O Seu Crédito Digital é um portal de conteúdo em finanças, com atualizações sobre crédito, cartões de crédito, bancos e fintechs.

Seguro de automóvel pode ficar mais barato a partir de setembro

Com a flexibilização do seguro de automóvel, vai ser possível escolher os itens da cobertura

0

Diante da alta do custo de vida, aumento no preço dos alimentos, do combustível, do gás de cozinha e da inflação, ao menos uma notícia boa: o preço do seguro de automóvel deve reduzir. De acordo com uma nova regra da Susep, a flexibilização nas normas deve dar mais opções na hora da contratação do serviço, a partir de amanhã (01). 

Seguro de automóvel pode ficar mais barato a partir de setembro

Com a flexibilização do seguro de automóvel, vai ser possível escolher os itens da cobertura, vincular a apólice ao motorista (e não ao carro). Bem como decidir qual o valor que deseja cobrir, por exemplo. A mudança deve disponibilizar opções mais baratas ao consumidor. Dessa forma, também deve aumentar o número de brasileiros que fazem adesão ao seguro de carro. 

De acordo com José Varanda, professor da ENS, o texto flexibiliza as regras. Entretanto, não obriga as seguradoras a oferecerem os novos modelos de contratação de seguro de automóvel. “A seguradora não é obrigada a criar um produto que não tem interesse de comercializar, mas acredito que as empresas vão oferecer as novas opções, porque elas querem aumentar o número de contratações”.

Seja membro

Além disso, o preço final vai depender dos produtos que as seguradoras elaborarem a partir das novas regras, bem como dos novos serviços que o consumidor decidir contratar em sua apólice do seguro de automóvel. Segundo Tiago Moraes, diretor do Instituto Brasileiro de Direito do Seguro, “Quando começaram a cobrar pela bagagem no avião, por exemplo, disseram que a passagem ia ficar mais barata, mas isso não aconteceu. Então vamos ver como vai ser com os seguros”.

Por fim, para a Susep, a alteração deve trazer um ambiente mais competitivo. Além disso, tem o potencial de atrair novos clientes ao setor. É dito isso, pois em 2019, apenas 16% da frota no Brasil, tinha cobertura de seguro de automóvel. 

Principais mudanças

Abaixo, é possível conferir um quadro com as principais mudanças no seguro de automóvel:

Processo atual Como deve ficar a partir das novas regras
Identificação do veículo na apólice Seguro passa a ser vinculado ao motorista e não ao veículo
Pacote de coberturas criado pela seguradora Consumidor vai poder escolher as coberturas que desejar
Apólice leva em conta o valor total do carro, de acordo com a tabela Fipe Segurado vai poder optar por uma cobertura parcial
Seguro não cobria acidentes com terceiros em carros alugados Como cobertura pode estar ligada ao motorista, adiciona a possibilidade de cobrir acidentes com terceiros
No sinistro, as peças devem ser novas e originais Há a possibilidade de usar peças usadas e não originais

 

Enfim, gostou da matéria?

Então nos siga no canal do YouTube e em nossas redes sociais, como o Facebook, Twitter, Twitch e Instagram. Assim, você vai acompanhar tudo sobre bancos digitais, cartões de crédito, empréstimos, fintechs e matérias relacionadas ao mundo das finanças.

Imagem: Jakub Krechowicz / shutterstock.com

Comentários do Facebook

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.